Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marcha Mulher vai s provncias

09 de Março, 2017

Marcha atltica vai reunir mulheres de todo o pas no final de semana

Fotografia: Kindala Manuel

Mulheres de todo o país vão participar anualmente na marcha atlética. Designada "Marcha Mulher", o evento vai constar do calendário da Federação Angolana de Atletismo e é organizada nas capitais provinciais pelas Associações locais, garantiu Gertrudes Sepúlveda "Gegé", vice-presidente da instituição reitora da modalidade.

Em conferência de imprensa de apresentação da primeira edição da "Marcha Mulher", que sai à rua no sábado, em Luanda, Gertrudes Sepúlveda "Gegé" referiu que "o objectivo da marcha é incentivar as famílias angolanas para a prática de actividades desportivas". A dirigente estava ladeada por Odeth Tavares, presidente da Associação Mulher e Desportos (AMUD) e Stela Cristiano, médica do Centro de Medicina Desportiva, e parceiros da Federação Angolana de Atletismo na organização da marcha.

Odeth Tavares, antiga andebolista, quer as mulheres mobilizadas. A antiga capitã da Selecção Nacional realça que a mulher tem a capacidade de influenciar a  família, daí a marcha ser aberta a todos os sexos e a todas as idades.

"Quando a mulher sai de casa para fazer este tipo de actividades, o marido e os filhos acompanham. Por isso, dizemos que a marcha é para todos e para todas as idades. Não vai ser uma marcha competitiva. Nós, AMUD, chamamos todas as mulheres de Luanda para aderir à marcha, uma actividade benéfica para toda a família", disse.

Segundo o calendário da marcha, cedido pela organização, a concentração começa às 6h30 e, às 7h00, a professora de ginástica, Fernanda Menezes, vai ministrar uma sessão de alongamentos. Às 7h30, começa a marcha.

A marcha atlética tem a partida marcada nas imediações do Porto de Luanda, segue a Avenida 4 de Fevereiro até ao largo do Baleizão, toma o sentido do Estádio dos Coqueiros e termina no interior daquele recinto desportivo, onde vai ser realizada uma sessão de ginástica sob a orientação de Fernanda Menezes.

STELA CRISTIANO
APONTA CUIDADOS

Todos os participantes na primeira edição da "Marcha Mulher" vão ser submetidos a um rastreio da glicemia e de hipertensão, segundo Stela Cristiano, a representante do Centro de Medicina Desportiva, na conferência de imprensa de apresentação da actividade.

Além de garantir os testes, a especialista em medicina desportiva apontou também os cuidados a ter, de forma geral, para participar num evento como a Marcha Mulher.

"Vamos ter profissionais de saúde, na partida, para fazer a medição da pressão arterial e, em alguns casos, o teste de glicemia.
Sabemos que vão participar pessoas saudáveis e também pessoas com algum historial de alguma dessas doenças crónicas.
"Quando a pressão arterial e a glicemia não estão controlados, deve haver algum cuidado para a prática de qualquer exercício físico", comentou.

Para os que vão participar na marcha atlética, a médica aconselha o uso de "roupas confortáveis", de preferência "com mais percentagem de algodão e leves" para permitir a transpiração.

Stela Cristiano aconselha ainda as pessoas a tomar uma leve refeição, beber ao menos um copo de água para estarem hidratadas e fazer alguns exercícios de aquecimento antes de participar da marcha.

A médica aconselha às pessoas a usar sapatos confortáveis, de preferência ténis que tenha um bom amortecimento.