Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Maria Sharapova mantém o sonho de líder

28 de Janeiro, 2015

Maria Sharapova vai precisar de vencer novamente Makarova para continuar na sua jornada pela liderança da lista da WTA

Fotografia: AFP

A russa Maria Sharapova conseguiu mais uma vitória sobre a canadense Eugenie Bouchard, apontada por muitos como a sua sucessora no circuito mundial, para alcançar a meia-final do Aberto da Austrália. A vice-líder do ranking mundial venceu por dois sets a zero, com parciais de 6/3 e 6/2 e mantém vivo o sonho de regressar à liderança da lista do ranking da WTA.

Foi o segundo confronto em torneios de Grand Slam entre Maria Sharapova e Eugenie Bouchard, que tinha a russa como ídolo quando era juvenil. As duas enfrentaram-se nas meias-finais de Roland Garros da época passada, com triunfo da ex-líder do ranking mundial por dois sets a um. No total, foram quatro confrontos no histórico entre as duas, todos com a mesma vencedora.

Em Melbourne, Maria Sharapova teve vida um pouco mais fácil do que em Paris, graças à sua actuação sem falhas e a problemas de Bouchard em manter a regularidade nos golpes de esquerda. Ao aperceber-se da falha no jogo da rival, a russa forçou as bolas no "backhand" da canadense.

Mesmo quando melhorou a esquerda, Eugenie Bouchard não foi párea para a sua adversária. Com muita agressividade no fundo da quadra, Maria Sharapova ditou o ritmo do  jogo e obrigou a canadense a movimentar-se muito em busca da bola. Como resultado, não conseguia devolver com a mesma força e precisão da russa. Foram quatro quebras de serviço, duas em cada set.

Com a vitória, Maria Sharpova chega à meia-final do Aberto da Austrália, em que vai enfrentar a sua compatriota Ekaterina Makarova. O histórico aponta vantagem da ex-líder do ranking mundial, que venceu os cinco jogos com a sua próxima adversária.

Maria Sharapova vai precisar de vencer novamente Makarova para continuar na sua jornada pela liderança da lista da WTA, que se encontra nas mãos de Serena Williams desde Fevereiro de 2013. A russa vai retomar o lugar com dois cenários: sendo campeã em Melbourne, com a norte-americana eliminada na meia-final; ou sendo apenas finalista, caso Serena caia diante de Dominika Cibulkova nos quartos de final.