Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Maria Sharapova perde

23 de Outubro, 2014

Sharapova tem de chegar pelo menos à final do Masters de Singapura para fechar o ano como líder do ranking WTA

Atenista russa Maria Sharapova sofreu, na terça-feira, o primeiro revés na tentativa de acabar o ano como "número um" mundial, ao perder com a dinamarquesa Caroline Wozniacki, por 7-6 (7-4), 6-7 (5-7) e 6-2, nos Campeonatos Finais da WTA.

A segunda jogadora mundial, que precisa de ser, pelo menos, finalista no Masters de Singapura para fechar o ano como líder do ranking WTA, mostrou-se hesitante no seu serviço, cometendo 15 duplas faltas, um factor fundamental para Wozniacki se impor no primeiro encontro do Grupo Branco.

A dinamarquesa esteve mais consistente nos momentos cruciais dos "sets", vencendo a longa batalha que durou três horas e catorze minutos. "Estou a sentir-me um pouco cansada, mas foi um encontro fantástico. É óptimo começar com uma vitória", reconheceu Wozniacki, que disse ter sentido algumas dificuldades em encontrar o ritmo no começo do primeiro parcial.

A oitava cabeça de série continua a exibir a forma que a levou à final do Open dos Estados Unidos, confessando estar muito contente com o regresso ao Masters, que junta as oito melhores tenistas da época, depois de dois anos de ausência.

“Toda a gente quer estar aqui. No início do ano é o nosso objectivo. No meio da época não me parecia possível, mas tive um Verão fantástico, cheguei à final do US Open e agora estou de volta.

Sinto-me mesmo bem”, reconheceu. No outro encontro do Grupo Branco, a polaca Agnieszka Radwanska, sexta cabeça de série, contrariou o favoritismo da checa Petra Kvitova, "número três" do mundo, ao vencer por 6-2 e 6-3.

SERENA

A romena Simona Halep conquistou, na quarta-feira, uma das mais impressionantes vitórias da sua carreira. Em partida válida para a segunda rodada do Grupo Vermelho do Masters da WTA, torneio que junta as oito melhores tenistas da temporada em Singapura, a "número quatro" do mundo derrotou a norte-americana Serena Williams, líder do ranking, por 2 sets a 0, com parciais de 6/0 e 6/2, em um hora e cinco minutos.

O jogo foi o quarto entre Serena e Halep e apenas o primeiro a ser vencido por Halep, que agora ficou em boas condições no Grupo Vermelho do Masters da WTA. Afinal, ela venceu os dois jogos que disputou e lidera a chave, enquanto Serena soma um triunfo e uma derrota.

Com a sua classificação encaminhada às semifinais do Masters da WTA, Halep vai encarar Ivanovic na ronda final do Grupo Vermelho. Enquanto isso, Serena, que teve uma série de 16 vitórias no Masters da WTA encerrada con a derrota desta quarta-feira, tem pela frente Bouchard e precisa de vencer para não correr o risco de ser eliminada e continuar na luta pelo seu quinto título do torneio, sendo o terceiro consecutivo.

Nadal descarta amizade com Federer

Rafael Nadal disse, na terça-feira, em Basileia, terra-natal de Roger Federer, que não é amigo do seu grande rival no ténis mundial. Em declarações aos jornalistas, o tenista espanhol realçou, porém, o grande respeito que existe entre ambos: "Eu e o Roger damo-nos bem, mas não somos amigos. Os meus amigos estão em Maiorca, mas sempre tive uma relação muito boa com o Roger e sempre nos respeitamos um ao outro". Questionado sobre qual é o melhor, Nadal foi pragmático e deu a superioridade ao rival suíço por força dos números. "Ele tem 17 Grand Slams e eu tenho 14, por isso neste momento ele é melhor do que eu”, concluiu.