Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mário Rosa antevê dignidade do "sete"

12 de Janeiro, 2017

Mário Rosa dirigente desportivo

Fotografia: Jornal dos Desportos

O vice-presidente do Comité Olímpico Angolano (COA), Mário Rosa, apontou a possibilidade de uma participação digna da Selecção Nacional sénior masculina de andebol no Mundial de França, apesar das dificuldades competitivas a encontrar.

Na antevisão ao primeiro jogo do combinado angolano diante da Eslovénia, o dirigente desportivo afirmou que a equipa vai moralizada em cumprir com as suas obrigações e pauta por uma postura que dignifique o país. 

“Os angolanos vão ao mundial para cumprirem as suas obrigações que passa por representar bem o país. Sei que não será fácil, já que a diferença em relação aos demais adversários é grande. Por isso, no desporto, as surpresas também ocorrem e não existe o impossível em lutar por um resultado melhor”, disse.

Acrescentou não ser suficiente o curto estágio preparativo feito em Portugal para dotar o conjunto de uma melhor capacidade competitiva, que lhe permitiria ombrear em igualdade com outros participantes.     
        
Para o também antigo andebolista, existe uma má abordagem sobre a preparação para o mundial, já que a diferença em relação aos outros países é por demais acentuada, na medida em que devia ocorrer durante todo ano, para aquisição da rodagem adequada ao evento do género.