Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marquez confessa estar desapontado

09 de Maio, 2019

Fotografia: AFP

O novo piloto da Honda, Jorge Lorenzo, disse que o GP de Espanha em Jerez, deu-lhe razão para estar \"triste, desapontado e preocupado\" com o actual desempenho na MotoGP. Depois de um ano difícil, na nova equipa, Lorenzo tinha grandes esperanças quanto à primeira corrida do calendário europeu da categoria, mas o seu segundo lugar na primeira sessão de treinos mostrou-se pouco representativo, já que terminou a corrida apenas em 12º lugar.

\"Eu não posso estar feliz com a minha corrida, obviamente\", disse Lorenzo. “Eu não posso estar entusiasmado. A única coisa é ficar triste, ficar desapontado e ficar preocupado. Obviamente, vou continuar, temos um teste importante em Jerez, pós-corrida, com muitas coisas para testar e com o desejo de que algumas delas nos dêem mais velocidade. É um momento difícil, mas continuarei positivo, é a única mentalidade que posso ter”.

Continuando: “você pode ver o meu rosto, não é uma cara feliz - isso, tem uma razão, eu não gosto de fazer uma corrida como aqui, em Jarez, porque eu coloquei tudo na pista, mas não consegui ir mais rápido. Não gosto da posição, não gosto da situação, mas sou campeão e os campeões lutam até encontrarem uma solução e vou encontrar”, disse o vencedor de três temporadas, na MotoGP.

O piloto da Honda que está com dificuldades para se adaptar à moto RC213V, admitiu que não estava suficientemente rápido em Jerez. \"Se eu tivesse começado à frente, teria mais pista livre, e provavelmente nas primeiras três ou quatro voltas, eu seria mais rápido\", disse ele. “Mas a verdade é que eu não tinha ritmo, não me sentia à vontade na moto e estava devagar. Se você é rápido, recupera posições, mas não consegui, porque não consegui ser competitivo o suficiente”.