Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marquez e Lorenzo esto limitados

22 de Novembro, 2018

Marquez e Lorenzo confirmaram que no estaro totalmente recuperados fisicamente para o teste de ps-temporada

Fotografia: DR

Marc Marquez, actual campeão da MotoGP, e o seu novo companheiro de equipa, Jorge Lorenzo, confirmaram que não estarão totalmente recuperados fisicamente, para o teste de pós-temporada, que será realizado em Valência. Marquez caiu tanto na classificação como na corrida do último fim-de-semana, no mesmo local, e deixou ambos os acidentes com dores no ombro esquerdo, o que deverá operar em Dezembro.
Já Lorenzo ainda se recupera das lesões que sofreu em Aragón e na Tailândia, o que o forçou a perder quatro corridas – e ele foi apenas o 12º no seu regresso em Valência. O novo contratado da Honda afirmou que a sua condição melhorou muito durante o fim de semana de Valência, e, por mais que ainda não esteja no seu melhor nível físico, a sessão de terça e quarta ainda será útil.
“Os médicos que me operaram, disseram que a lesão normalmente leva seis ou sete semanas, para curar totalmente. Você precisa ficar de gesso por três semanas, mas eu tirei após uma semana, para acelerar a recuperação e tentar correr na Malásia”, explicou Lorenzo.
“Nos últimos 10 dias, a evolução da lesão foi muito rápida, como vocês puderam ver em condições de seco (na classificação), quando eu pude marcar um tempo respeitável. Todos os dias que se passam eu sinto um pouco de melhoria. Estou um pouco melhor do que ontem, muito melhor do que na sexta-feira. Com certeza, eu não estarei 100% na terça-feira, mas poderei ver algumas coisas importantes e tudo ficará bem.”
Já Marquez afirmou que não poderá se dar ao luxo de sofrer mais acidentes nos próximos testes, antes da sua cirurgia de Dezembro. O campeão disse que terá envolvimento limitado durante a sessão, experimentando somente alguns itens.
“Sou o tipo de piloto que gostaria de andar durante o dia todo. Os testes de Valência e Jerez são muito importantes. Mas tenho de estar preciso, não apenas com a quantidade de voltas. Claro, a minha condição física não está 100%, então não se trata de dar muitas voltas, e sim de experimentar algumas coisas, e é isso.”
Com Cal Crutchlow também fora de acção por lesão e a Marc VDS desaparecendo do grid, Takaaki Nakagami, da LCR, e Stefan Bradl, piloto de testes, deverão ser os únicos pilotos da Honda em total forma física nos teste.