Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Márquez tenta a aventura em Espanha

14 de Dezembro, 2016

Eu competi no Enduro quando era mais novo, e isso, foi exactamente o que me motivou para competir em Enduro de Segre”, disse o tricampeão da MotoGP.

Fotografia: AFP

Depois de se sagrar tricampeão mundial de MotoGP, e ser o piloto mais jovem a conquistar cinco títulos mundiais, Marc Márquez mostra que não fica muito tempo longe do motociclismo. No domingo, o espanhol e o irmão, Alex Márquez, participaram de uma prova de Enduro.

O Enduro é uma categoria do motociclismo mundial, justamente, em que Marc iniciou a  carreira. Os irmãos Márquez participaram do Enduro de Segre, última etapa do campeonato da Catalunha. A participação foi mais para o divertimento, uma vez que o resultado não foi dos melhores.

Marc terminou na 10ª posição na Elite, e na 20ª do geral, enquanto Alex foi o 11º no Elite, e em 30º no geral. “Eu diverti-me muito, e foi uma óptima experiência. Eu competi no Enduro quando era mais novo, e isso, foi exactamente o que me motivou para competir em Enduro de Segre”, disse o tricampeão da MotoGP.

Williams recusa
oferta da Mercedes


A Mercedes continua sem um substituto para Nico Rosberg, que se aposentou cinco dias após conquistar o seu primeiro titulo mundial. Depois de demonstrar interesse por Fernando Alonso, a equipa alemã tentou um acerto com o finlandês Valtteri Bottas, ex-companheiro de Felipe Massa, mas a Williams rechaçou a proposta.

De acordo com a BBC, a Mercedes demonstrou interesse por Bottas para actuar como o parceiro de Lewis Hamilton, em 2017. Para que o acordo concretizar-se, a equipa alemã ofereceu um abatimento no preço do fornecimento de motores, uma vez que a Williams utiliza motor Mercedes.
Além disso, Pascal Wehrlein faz parte do projecto de formação de pilotos da Mercedes, está vínculado à equipa, e disputou a temporada de 2016 da Fórmula 1 pela Manor, também pode ter sido oferecido à Williams.

Contudo, a Williams está preocupada com dois pilotos muito jovens e com pouca experiência no seu plantel, uma vez que o substituto de Massa na equipa é o canadiano Lance Stroll, de apenas 18 anos, e que vai fazer a estreia na Fórmula 1. Por isso, a equipa recusou inicialmente a oferta.
Caso a Mercedes ganhe a batalha e consiga tirar Bottas da Williams, um dos pilotos que aparecem como hipótese para assumir um dos carros, é o brasileiro Felipe Nasr, que ainda continua sem equipa para a próxima temporada, após defender a Sauber nos últimos dois anos, na F1.