Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marquez triunfa em Valncia

18 de Novembro, 2019

Fotografia: DR

O espanhol Marc Márquez (Honda) venceu ontem a 19.ª e última prova da temporada de MotoGP, em Valência, Espanha, batendo o francês Fabio Quartararo (Yamaha) por 1,026 segundos.
Esta foi a 12.ª vitória da temporada de Marc Márquez, que chegou a esta derradeira prova já com o sexto título da categoria matematicamente assegurado, terminando o campeonato com 420 pontos, e deu o título de equipas à Repsol Honda.
O australiano Jack Miller (Ducati) fechou o pódio, a 2,409 segundos do vencedor, numa prova em que não participou o português Miguel Oliveira (KTM), devido a lesão e em que o espanhol Jorge Lorenzo (Honda) se despediu das pistas com um 14.º lugar.A corrida de MotoGP, com 27 voltas, foi uma longa provação nas condições muito ventosas, que viu Miller arrancar à frente só para ser suplantado por Quartararo logo a seguir, com os principais protagonistas todos muito perto.
Na primeira volta, eram Rins, Márquez, Viñales, Mir, Morbidelli, Rossi e Crutchlow, com Espargaró na KTM logo a seguir. Petrucci vinha afundado em 12º, Zarco em 14º e Lecuona, a substituir Miguel Oliveira, apenas 19º…À segunda volta, a carga de Márquez já levara a Honda Repsol a segundo sobre Miller, com Quartararo a aguentar o comando até à 8ª volta, quando Márquez se meteu por dentro e o obrigou a ceder a posição de liderança… Duas voltas depois, o Espanhol já levava 0,7 segundos de vantagem quando Crutchlow caiu de 10º para acabar a sua época na Honda LCR em nota menos.
Quartararo, entretanto, atacava de novo, a diferença para Márquez a manter-se entre as 6 e 7 décimas de segundo, com Miller ainda 3º e a seguir, Dovi, Rins, Morbidelli e Viñales A volta 13 trouxe azar para Petrucci, Zarco e Lecuona, que caíram todos em sequência na mesma curva, fazendo suspeitar contaminação do piso, mas pior, com a KTM caída a levar à frente Zarco que se afastava.
A meio da corrida, a grande luta era entre Dovi e Rins pelo 4º lugar, com a escolha única no Top 10 de Rins de um pneu traseiro macio a aguentar até então mas a pôr em dúvida o seu final de corrida…O frio continuava a fazer das suas, com Morbidelli a cair a seguir na Curva 4, e Lorenzo a entrar no último lugar pontuável de 15º…A locomotiva Márquez continuava a afastar-se ao ritmo de a 5 voltas do final já levar 1,678 sobre Quartararo, que no entanto parecia a caminho do seu 7º pódio do ano, a maioria, 4 dos 6, justamente em segundo lugar.A fechar o Top 10, as Aprilia estavam em alta com Iannone em 9º e Espargaró 10º, mas Iannone não ficaria no Top 10, e Lorenzo já vinha em 14º a 3 voltas do fim. Márquez acabaria por vencer por 1,026 segundos sobre Quartararo, para dar o último título por equipas que faltava à Honda, com Miller a salvar um excelente pódio…