Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marrocos revalida ttulo africano

PAULO CACULO - 08 de Fevereiro, 2020

A selecção de futsal do Marrocos revalidou, ontem, o título de campeão africano sénior masculino, mercê da vitória sobre à sua congénere do Egipto, por 5-0, na final da 6.ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN) da modalidade, disputada no Arena Hizam Hall.
Com o Arena Hizam Hall, em Laâyoune, lotado, os marroquinos desfilaram toda a sua classe e deixaram muito bem patente a imagem de um conjunto que assumiu um compromisso sério com a exibição.
A história do jogo é também clara e não deixa dúvidas. Marrocos foi superior. Teve maior posse de bola, dispôs de mais ocasiões para marcar e assumiu domínio total da partida. Tal postura rendeu ao conjunto às ordens de Hicham Dguig um valioso prémio: a vitória. Depois da ousadia que teve a equipa do Marrocos, há quatro anos, em conquistar o título em terreno alheio, na África do Sul, melhor rendimento não se podia esperar neste CAN disputado “intra-muro”. Mas, exigia-se dela arcaboiço, que pudesse justificar os créditos que o apontavam como potencial favorito à conquista do principal lugar da prova. E fê-lo com arte, engenho e categoria!
Os donos da casa começaram a construir o triunfo logo aos 3 minutos, na sequência do golo de El Mesrar, tendo Abdelatif Fati dilatado a vantagem aos 13´. Nesse período, o Egipto, que durante a primeira fase revelava grandes argumentos ofen
sivos, acabou reduzido a uma nulidade, o que ficou confirmado quando Bakkali, aos 17´, fez o 3-0, e Ayyane, aos 23´, o quarto golo.
Os faraós eram um colectivo instável e incapaz de dar a volta ao texto. Revelava displicência atacante e se mostrava também vulnerável no aspecto defensivo. Aliás, o quinto golo, rubricado por Saad Knia, aos 27´, viria a confirmar o campeão.