Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Martin é campeão mundial

26 de Setembro, 2013

O ciclista alemão Tony Martin sagrou-se ontem campeão de contra-relógio dos Mundiais que estão a decorrer em Florença, na Itália, naquele que foi o seu terceiro título consecutivo.

Tony Martin foi o único corredor a gastar menos de 1h06, batendo o campeão olímpico do “crono”, o britânico Bradley Wiggins, por 46,09 segundos.

O suíço Fabian Cancellara, recordista de títulos mundiais da especialidade, com quatro ceptros, foi terceiro, a 48,34 segundos, enquanto o bielorrusso Vasil Kiryienka, medalha de bronze em 2012, foi quarto, a 1.26,01 minutos.O ciclista português Nelson Oliveira foi 15º classificado.

Nelson Oliveira chegou a liderar a prova, ao ter sido o primeiro a baixar o tempo de 1h09 no final dos 57,9 quilómetros, mas acabou por ficar a 3.14,43 minutos de Tony Martin, que cumpriu a prova em 1h05.36,65.


Licciardi tentou
ludibriar um controlo antidoping

O italiano Devis Licciardi tentou ludibriar um controlo antidoping com uma pêra. Depois do campeonato italiano dos 10 quilos, no sábado, Devis Licciardi foi chamado para recolha de urina. “Gostava de ficar sozinho”, pediu o atleta, de acordo com a “Gazzetta dello Sport”. Mas o médico não vacilou na vigilância e detectou que Licciardi recorreu a um estratagema ilegal, usando uma espécie de bisnaga, vulgo pêra, onde continha urina limpa, por debaixo do equipamento. Licciardi vai ser ouvido na quarta-feira por um investigador do Comité Olímpico Italiano e arrisca dois anos de suspensão, a menos que colabore no sentido de ajudar a desmantelar uma rede.