Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Marssia desiste da deciso

11 de Outubro, 2014

Em comunicado divulgado a equipa informou que Max Chilton vai ser o seu nico piloto na corrida em respeito a Jules Bianchi

Fotografia: AFP

A Marússia vai ter só um carro na grelha de partida do GP da Rússia, que se realiza amanhã, domingo, no circuito de Sochi. Em comunicado divulgado no seu site oficial, a equipa informou que Max Chilton vai ser o seu único piloto na corrida “em respeito a Jules Bianchi.”

“Vamos correr com apenas um carro no fim de semana na corrida em Sochi em respeito ao nosso piloto Jules Bianchi, que permanece no hospital em Yokkaichi, Japão, em condições críticas, porém estáveis”, informou a Marússia na nota oficial.

Na quinta-feira, a equipa anunciou o piloto Alexander Rossi como substituto de Bianchi para a prova na Rússia. O norte-americano, de 23 anos, tinha sido inscrito para a corrida, mas a Marússia decidiu que somente Max Chilton vai para a pista.

“Escrevemos para os comissários a informá-los que desistimos de ter um segundo carro no GP da Rússia. A equipa considera que alinhar só um carro, o de Max Chilton, é a acção apropriada sob as difíceis circunstâncias deste fim de semana”, afirmou a equipa no comunicado.

Como uma espécie de homenagem a Bianchi, a Marússia deixou pronto o carro do francês e  colocou-o  nas boxes do circuito de Sochi. “A equipa do carro de Jules montou um segundo carro, que foi vistoriado e está pronto para correr e ele vai ficar no seu lugar nas boxes durante todo o fim de semana. Em apoio a Jules e sua família, a equipa vai usar  o símbolo JB17 para assegurar, que embora não esteja connosco aqui, ele está a correr com a Marussia”, completou.Único piloto da Marússia a ir para a pista em Sochi, Chilton manifestou a sua solidariedade ao companheiro de equipa. “Não sei como expressar o quanto estou devastado pelo que houve com Jules.

O apoio da família da Fórmula 1 tem sido incrível e tudo o que podemos fazer é apoiar os familiares de Jules, neste momento difícil. Pode ser um fim de semana muito emotivo para toda a equipa, mas vamos tentar ir em frente e rezar por Jules”, disse o britânico.

NICO ROSBERG
É O MAIS RÁPIDO


O piloto alemão Nico Rosberg (Mercedes) foi o mais rápido na primeira sessão de treinos livres de ontem para o Grande Prémio da Rússia de Fórmula-1, no circuito de Sochi.Rosberg, vice-líder do Mundial, completou a volta mais rápida com o tempo de 1 minuto, 42 segundos e 311 milésimos.

O segundo mais rápido foi o britânico Lewis Hamilton, companheiro de equipa de Rosberg e líder do campeonato.Eis os resultados do primeiro treino livre: 1. Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 1:42. 311, 2. Lewis Hamilton (GBR/Mercedes) 1:42.376, 3. Jenson Button (GBR/McLaren-Mercedes) 1:42.507,  4. Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 1:42.720, 5. Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 1:43.026, 6. Sergio Pérez (MEX/ForceIndia-Mercedes) 1:43.129, 7. Daniil Kvyat (RUS/ToroRosso-Renault) 1:43.164, 8. Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 1:43.212, 9. Jean-Eric Vergne (FRA/Toro Rosso-Renault) 1:43.327, 10. Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 1:43.542.


HOMENAGEM
Pilotos usam adesivos


Os pilotos da Fórmula 1 vão fazer uma homenagem a Jules Bianchi, da Marússia, no Grande Prémio da Rússia deste final de semana.

Ao longo do evento, os competidores vão usar um adesivo no capacete com a frase “tous avec Jules”, ou “todos com Jules”, em francês.
A iniciativa partiu do também francês Jean-Eric Vergne, piloto da Toro Rosso, que providenciou os adesivos para  cada piloto. Alguns deles, como Nico Rosberg (Mercedes), já começaram a divulgar imagens dos adesivos nas redes sociais.