Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mascote Caissarinha desfila em Benguela

Jlio Gaiano, no Lobito - 15 de Julho, 2013

Smbolo da prova esteve na Provncia de Benguela

Fotografia: Jornal dos Desportos

A mascote do 41 Campeonato do Mundo de hquei em patins chegou a Benguela no passado fim-de-semana e deixou entusiasmado milhares de populares.A populao de Benguela viveu um momento mpar com o cenrio que anunciava a realizao do acontecimento em Setembro prximo, nas cidades de Luanda e Namibe.A Caissarinha, nome pelo qual conhecida a mascote do mundial,foi levada s principais artrias das cidades de Benguela, do Lobito e da vila da Catumbela.

Nesta ltima as autoridades juntaram-se caravana, tomaram parte do desfile que culminou na cidade do Lobito, concretamente, no pavilho gimnodesportivo Engenheiro Miranda Guedes (CPPL).Em declaraes ao Jornal dos Desportos, o presidente da Associao Provincial de Patinagem de Benguela (APPB), Loureno Sakuandela, manifestou o seu contentamento pelo facto da Caissarinha ter chegado provncia.Foi gratificante ver muita gente nas ruas a acenar mascote que rodou grande parte das principais ruas de Benguela, Catumbela e Lobito. Tivemos a colaborao das autoridades dos respectivos municpios e s isto demonstra que estamos no bom caminho e que a realizao do mundial vai ser um sucesso, comentou o presidente Loureno Sakuandela.

O presidente da APPB reconheceu que existe alguma morosidade no que concerne publicidade esttica na provncia. Ainda assim, pediu um pouco de pacincia aos benguelenses que h muito reclamam pela presena de materiais publicitrios ligadas ao evento. uma reclamao justa, mas temos que ter em conta que h muito trabalho que se move neste sentido. Podem crer que nos prximos dias muita coisa vai acontecer em matria de publicidade. H uma comisso encarregue desta rea e que est a trabalhar no sentido de distribuir todo o material nas provncias limtrofes quelas que acolhem a prova, revelou.

O JD soube de Jos Loureno Sakuandela que dos referidos lotes de materiais publicitrios constam t-shirts, bons, esferogrficas, porta-chaves, auto-colantes e revistas. Os outdoors, dsticos e panfletos a anunciar a realizao do campeonato do Mundo so outros materiais que a comisso organizadora do 41 Campeonato Mundial de hquei em patins procura fazer chegar provncia de Benguela.

NO CIAM
Cohoquei fala hoje
com os jornalistas


O Comit Organizador do Campeonato do Mundo de hquei em patins, Cohoquei, aborda hoje, s 10 horas, em Conferncia de imprensa os preparativos da prova que o pas acolhe nas cidades de Luanda e Namibe, de 20 a 28 de Setembro prximo.A conferncia de imprensa tem lugar no Centro de Imprensa Anbal de Melo, na baixa da cidade de Luanda pode abordar todos os aspectos ligados preparao que est a ser feita para a prova mundial, desde sade, infra-estruturas, segurana e credenciamento dos profissionais da comunicao social.O sorteio do Campeonato do Mundo decorreu em Luanda no dia 27 de Junho. Angola figura no Grupo C, juntamente com Portugal, frica do Sul e Chile.

Hula
Paulo Silva acredita
no xito da Seleco


O atirador angolano Paulo Silva est confiante numa campanha positiva e na consequente classificao indita da Seleco Nacional de hquei no 41 Campeonato do Mundo que se realiza no pas de 20 a 28 de Setembro prximo nas cidades de Luanda e do Namibe.Paulo Silva aponta a maturidade competitiva do combinado nacional bem como o desempenho e os resultados positivos que tem obtido a nvel das competies internacionais como indicadores que deixam antever a melhor classificao de sempre do pas em campeonatos do mundo.Segundo Paulo Silva o facto da seleco angolana disputar a prova no seu pas, conta com o apoio incondicional da nao inteira, eleva os ndices de confiana do cinco nacional e deste modo catapultar o grupo para boas exibies e resultados positivos.

A convico de que Angola vai dar o mximo de si para alcanar a melhor participao de sempre. Tem vindo a subir muito a nvel da modalidade.Tem boas participaes e resultados em provas internacionais em que participa e isto so bons indicadores. Penso que pelo facto de jogar em casa, com o apoio da nao inteira vai poder alcanar bons resultados. Pedir o ttulo muito, mas podemos figurar entre os quatro ou ts primeiros lugares, expressou.Quanto aos benefcios da realizao do magno evento desportivo no pas, o atirador considerou que por se tratar de um acontecimento de dimenso mundial, projecta o nome e o prestgio do pas na arena internacional.Indicou o surgimento de novas infra-estruturas desportivas, hoteleiras e rodovirias para o pas, como benefcios directos para o desporto angolano e para outros sectores.Por isso acrescentou que em funo dos avanos que o pas regista nos ltimos tempos na modalidade, Angola pode registar maiores progressos aps realizao da prova.Benigno Narciso- Lubango