Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Massa acredita no título pela escuderia Williams

02 de Dezembro, 2013

Felipe Massa crê que vai fazer boa figura agora com as cores da equipa britânica

Fotografia: AFP

Felipe Massa embarca para a Inglaterra na próxima semana para fazer as primeiras reuniões com a Williams, equipa pela qual vai correr na Fórmula1, após deixar a Ferrari, com grandes expectativas. Em entrevista ao jornal “O Estado de S. Paulo”, o piloto brasileiro afirmou, que se sente pronto para, com a sua experiência, encontrar uma forma de fazer a equipa render o máximo possível – isso sem descartar a possibilidade de lutar pelo título.

“O dia em que você não se considera campeão é porque não está fazer nada. Confio na minha capacidade, faz parte do meu sonho vencer o campeonato. Se você tem um sonho, tem de lutar para torná-lo real”, disse o piloto, que se despediu da Ferrari sob fortes aplausos, mas depois de mais uma temporada de irregularidade e muitas críticas. Na Williams, ele espera, que seja diferente.

À publicação, Massa detalhou os motivos de se sentir preparado para desempenhar bem o cargo na tradicional equipa inglesa. Entre as razões está, principalmente, a grande experiência acumulada na categoria, depois de correr ao lado de nomes como Fernando Alonso, Michael Schumacher e Jacques Villeneuve. Também aprendeu a lidar com a pressão e as críticas. Ele espera um 2014 tão bom quanto 2008, quando foi vice-campeão e teve a sua melhor temporada.

“É importante ter todo o apoio da equipa, sentir-se peça importante, assumir a liderança e contar com toda a confiança possível de todas as pessoas do grupo. Quando vivi isso, estava bem”, afirmou. “Neste momento, estou pronto para dar tudo o que posso e conseguir os resultados de novo, não só para mim, como para a equipa. Estou super motivado, feliz”, complementou.

Sucessor de Webber
animado na Red Bull

Escolhido para suceder Mark Webber na Red Bull a partir da próxima temporada, Daniel Ricciardo  representa a equipa austríaca pela primeira vez, num evento promocional programado para os dias 13, 14 e 15 de Dezembro, no Sri Lanka. “Estou animado para viajar. Nunca estive lá e o que sei é que eles têm uma equipa de críquete muito boa. Quero aprender um pouco mais sobre o país. Quanto mais fãs tiverem nos eventos, melhor. Espero que estejam todos entusiasmados”, disse Ricciardo.

O australiano disputou parte da temporada de 2011 pela nanica Hispania e representou a Toro Rosso, equipa satélite da Red Bull, nos dois últimos campeonatos. Com a saída de Webber para o Mundial de Endurance, ele vai ganhar a oportunidade de correr ao lado do alemão Sebastian Vettel.
Na sua primeira aparição pública pela Red Bull, Daniel Ricciardo vai pilotar o modelo RB7 nas ruas das localidades de Kandy, Galle e Colombo.  O australiano prevê que muitos dos espectadores dos eventos no Sri Lanka nunca tiveram contacto com um carro de Fórmula 1.

Montezemolo proíbe
Fernando Alonso

O presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo anunciou, que vai proibir os funcionários de comentar assuntos de trabalho. Isso inclui os pilotos, sobretudo as redes sociais, onde se destaca Fernando Alonso e o seu Twitter. «Vou proibir no sentido de que Alonso, e todos os outros  possam  continuar a escrever tudo o que quiserem  no Twitter excepto o que diz respeito à Ferrari»,  revelou Montezemolo em entrevista à RAI, e justificou  o que sucedeu no decorrer da temporada que terminou no passado fim-de-semana. «Arriscamo-nos a criar situações, que podem alterar o ambiente e a tranquilidade da equipa, algo que na minha opinião foi muito importante esta temporada.»