Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Massa atento a Singapura

17 de Setembro, 2014

Felipe Massa foi o terceiro colocado do Grande Prémio da Itália em Monza e subiu ao pódio pela primeira vez este ano

Fotografia: AFP

O brasileiro Felipe Massa chega empolgado ao Grande Prémio de Singapura de Fórmula 1, neste fim-de-semana. Depois de subir ao pódio pela primeira vez na temporada, o piloto da Williams quer carregar a boa fase em que se encontra para a corrida asiática, embora reconheça as dificuldades que o circuito oferece.Massa foi o terceiro colocado do Grande Prémio da Itália, em Monza e subiu ao pódio pela primeira vez neste ano. Ele não terminava uma prova da F-1 entre os três primeiros colocados desde o GP de Espanha de 2013, quando ainda pilotava pela Ferrari.

“Eu realmente gosto da corrida e espero carregar o sucesso que tive em Monza para as corridas restantes da temporada”, afirmou Massa, já confirmado piloto da Williams para 2015. “A prova é fantástica, mas também excepcionalmente difícil. As temperaturas e a humidade são tão altas que realmente afectam os pilotos”, explicou.A corrida em Singapura é nocturna e tem largada prevista para as 20 horas de domingo no horário local. No sábado, o treino classificatório é às 21h00. Geralmente, as duas actividades ocorrem às 14 horas.“A pista é similar à do Mónaco, mas tem quase o dobro do tamanho, o que aumenta o desafio. Ficar no fuso-horário europeu ajuda  na prova nocturna, mas ainda assim é um pouco estranho ir dormir às três horas da manhã”, disse Massa.

VERGNE ATENTO
Após perder a vaga de piloto titular da Toro Rosso para a próxima temporada, Jean-Éric Vergne revelou na segunda-feira a intenção de seguir na Fórmula 1, mas que não afasta dirigir  em outras categorias, tem de ficar atento para não ficar sem guiar. O francês vai ser substituído na equipa italiana em 2015 pelo holandês Max Verstappen, de apenas 16 anos.Muitos pilotos focam somente um lugar na F-1 e acabam por ficar sem nada.Portanto, preciso de manter-me atento às outras categorias”, declarou Vergne à revista inglesa Autosport.O francês foi questionado sobre a possibilidade de ser piloto reserva na próxima temporada da Fórmula 1, mas mostrou-se querer manter entre os carros do grid. “Eu adorava  continuar a pilotar. Claro que depende muito da oportunidade, mas a minha intenção é seguir como titular”, declarou.

MERCEDES
Equipa promove piloto


Um dia depois de se tornar o vencedor mais jovem de sempre no DTM (domingo, na ronda de Lausitzring), Pascal Wehrlein viu a Mercedes promovê-lo a piloto de reserva da sua equipa de F1. Agora, caso Nico Rosberg ou Lewis Hamilton não possam correr por alguma razão, pode ser este alemão de 19 anos a entrar na vaga.