Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mauro desconhece programa de desenvolvimento da Federao

Silva Cacuti - 22 de Maio, 2013

Atleta quer integrar programa de desenvolvimento

Fotografia: Jos Soares

O campeão nacional júnior dos 200 metros, Mauro Gaspar, afecto ao 1º de Agosto, disse que desconhece a existência de qualquer projecto de desenvolvimento da Federação Angolana de Atletismo (FAA) a que está alegadamente vinculado.

O atleta que dominou o campeonato nacional, disputado no último fim-de-semana, no estádio dos Coqueiros, falava a propósito das declarações do director técnico da FAA, Augusto Severino, no final do campeonato.

Augusto Severino disse, na ocasião, a propósito da marca conseguida pelo corredor, que o mesmo estava nas contas da federação e fez alusão a um programa de desenvolvimento.

“O Mauro é um atleta promissor que está dentro do programa de desenvolvimento da FAA. As marcas que fez superaram as que conseguiu em provas anteriores e julgo que com a evolução que está a ter pode um dia quebrar o recorde de juniores”, disse Augusto Severino.

Mauro Gaspar, que esteve na selecção nacional de atletismo que disputou, na Zâmbia, os Jogos da Zona VI, disse em reacção que gostava muito de fazer parte de um eventual programa de desenvolvimento, tendo em conta os benefícios para a sua carreira que podiam advir de um tal programa.

“Sou atleta de selecção mas nunca fui contactado por algum programa da Federação e gostava muito de fazer parte de um destes programas. Ao ouvir o director técnico fiquei expectante, porque preciso de condições de treino.

Se estivesse neste programa, acredito que tinha condições para melhorar as minhas marcas. Julgo que o meu clube também desconhece, porque nunca me disseram nada”, disse.

O corredor venceu as provas de 100 e 200 metros. Nos 200 metros Mauro cronometrou 22.66 segundos, marca que demonstra as grandes potencialidades que tem.

“Quero trabalhar para melhorar as minhas marcas, quebrar recordes e um dia chegar aos Jogos Olímpicos, que é o meu grande sonho”, disse.José Saraiva, treinador do jovem corredor, disse que apesar dos registos, é um atleta que vive imensas dificuldades para praticar a modalidade com normalidade.

“O Mauro é um atleta que não é constante nos treinos, pela dificuldade nos transportes e o que ganha não permite que vá sempre aos treinos. Temos que fazer das tripas coração para o levar aos treinos e a ser verdade que a Federação tem um programa destes era de muita utilidade para nós, não só enquanto treinador, mas principalmente para os atletas, porque ficávamos a saber que eles têm boa alimentação e resolvidos os problemas de transporte, entre outros”, comentou.