Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mayweather é lenda viva

14 de Setembro, 2015

Mayweather é lenda viva

Fotografia: AFP

Brilhante! Assim se define a carreira de Floyd Mayweather. O pugilista norte-americano aposentou-se no último sábado com recorde de 49 vitórias em 49 lutas. No último combate, disputado no MGM Grand Hotel & Casino, em Las Vegas, Andre Berto não teve pernas e braços para suportar a força e a técnica de um dos melhores atletas de boxe de todos os tempos. Floyd Mayweather junta-se assim a Rocky Marciano na lista restrita de recordistas com 49 combates consecutivos sem derrotas.

Aos 38 anos de idade, Floyd Mayweather juntou à sua fortuna mais 35 milhões de dólares pelo último combate. No fim da luta, despediu-se do público ajoelhado no centro do ringue sob vaia de grande parte do público. A decisão unânime (117-111, 118-110 e 120-108) favorável ao lendário "Money" pode estar na base da vaia do público.

Durante o combate, Floyd Mayweather mostrou a velha categoria de sempre ao se esquivar de quase todos os golpes de Berto. O jovem norte-americano atingiu o campeão com mais força pela primeira vez apenas no quinto round da luta. No sétimo round, Berto voltou a desferir golpes seguidos em Mayweather. A plateia estava em rubro.

Em vários momentos, Mayweather chegou a dançar e provocar Berto. Sem uma boa sequência, o norte-americano campeão desferiu um golpe, perto do último round, que seria o nocaute de despedida.  "Money" manteve o jejum de vitórias sem nocaute.Floyd Mayweather aposenta-se do ringue com títulos de quatro categorias: super-pena, leve, meio-médio e médio-ligeiro, além de medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de 1996, em Atlanta.
A 11 de Outubro de 1996, Floyd Mayweather subiu ao ringue pela primeira vez como pugilista profissional. Na ocasião, "The Money" venceu o mexicano Roberto Apodaca por nocaute.

DESPEDIDA

A aposentação de "The Money" do ringue é uma incógnita para muitos admiradores de boxe. O público acredita que o jovem norte-americano tem as condições para bater o recorde de Rocky Marciano. A possibilidade é grande em função do elevado estado de espírito demonstrado ao longo da luta com Andre Berto.O pai de Floyd Mayweather afirmou que a possibilidade existe. "Não posso dizer que Floyd não vai mais lutar. creio que vai lutar de novo. Se as coisas forem bem para ele e se as pessoas fizerem o que tem de fazer, é mais provável que lute. É nisto que acredito", disse Floyd Mayweather, que tem o mesmo nome do filho.

O MGM Hotel tenta fazer Mayweather mudar de ideia e adiar a aposentação. Para isso, até constrói uma nova arena para dar continuidade à trajectória do lutador no local.Das 49 lutas profissionais, Mayweather fez 16 no MGM, das quais as 13 últimas consecutivas. A última luta longe de Las Vegas ocorreu em Portland, em Novembro de 2005, contra o norte-americano Sharmba Mitchell.Não seria a primeira vez que Mayweather faria isso. Em 2007, após vencer Ricky Hatton, decidiu que pararia. Voltou ao ringue em Setembro de 2009 para vencer o mexicano Juan Manuel Márquez por pontos. Desde então, o norte-americano lutou mais nove vezes.

NOCAUTES

Mayweather conquistou 49 vitórias, com 26 nocautes. O facto gerou críticas nos últimos anos, pois o pugilista ganhou a maioria das suas últimas 20 lutas por pontos: foram 16 combates vencidos dessa forma. O último nocaute é controverso.Em Setembro de 2011, Mayweather derrotou Victor Ortiz, no quarto assalto, mas a decisão foi polémica. Ortiz deu uma cabeçada em Mayweather e foi repreendido pelo juiz Joe Cortez. Ortiz desculpou-se duas vezes. Na segunda, Mayweather desferiu dois golpes rápidos, logo após a sua desculpa, e derrubou o oponente.

O nocaute anterior ocorreu em Dezembro de 2007, quando "The Money" venceu o britânico Rick Hatton no décimo assalto. Desde então, Mayweather entrou dez vezes no ringue.Floyd Mayweather confirmou, após a vitória sobre Andre Berto, que vai deixar mesmo os ringues. Na despedida, o norte-americano colecciona um recorde realizado em 19 anos.

"Não vou lutar de novo. A minha carreira acabou. Isso é oficial", disse Mayweather ainda no ringue do MGM Grand Hotel & Casino, em Las Vegas. O norte-americano minimizou o facto de igualar o recorde de Rocky Marciano, que também venceu todas as 49 lutas. "Faz parte do boxe", frisou.Mayweather disse que se despede como o melhor. "Deixo o desporto veloz, em forma. Sou o melhor, fui o melhor, o mais inteligente e sou o que mais fez dinheiro", afirmou o pugilista.Mesmo bastante vaiado durante o combate com Berto, Mayweather agradeceu ao público pelo apoio. "Primeiro, quero agradecer a Deus pela vitória, aos meus fãs que me dão suporte. Em 19 anos, fiz tudo para esses fãs", ressaltou.

CARREIRA
Maiores momentos


Está encerrada a carreira de Floyd Mayweather. Para relembrar a história, conheça alguns momentos marcantes. Para definir a carreira de "The Money" é necessário voltar para o ano 2007, quando teve uma das suas actuações mais marcantes com nocaute.Foi contra o britânico Ricky Hatton. Foi impressionante acompanhar a luta dentro do ginásio do MGM. Das 16 mil vozes que não paravam de gritar, cerca de 12 mil eram inglesas. A claque lembrou as equipas de futebol. Mayweather foi hostilizado dentro de casa. Mas em nenhum momento se perdeu. Pelo contrário.

O seu poder de concentração e de adaptação ao adversário foram testados e aprovados. Mayweather deu uma lição de boxe no esforçado, mas limitado Hatton, que caiu de forma inapelável no décimo round, ao receber um contra-golpe espectacular. Naquela noite, 'Money' pôde usufruir de toda a sua fama.O primeiro lutador a levar mais perigo a Mayweather foi o lutador mexicano José Luís Castillo, em Abril de 2002. A vitória do norte-americano muitos acharam-na polémica.

Oito meses depois, "The Money" aceitou um tira-teima e bateu novamente o mexicano. Mas o primeiro grande desafio do norte-americano estava por vir. Mayweather ganhou em 2006 a oportunidade de enfrentar a principal atracção do boxe, Oscar de la Hoya, naquela que pode ser considerada a sua primeira super-luta em termos de promoção. Não por acaso, o slogan da promoção era simplesmente 'O Mundo Aguarda'. O então 'Pretty Boy' Floyd não piscou, venceu e, como bónus, levou para casa um cinturão numa quinta categoria de peso, a dos médios-ligeiros.

À época, Mayweather ainda carregava à frente do nome o apelido de "Pretty Boy", que ganhou no início da carreira por conta das suas cicatrizes. Só depois, já como desportista mais bem pago do mundo e Sr. Ostentação, trocou por "The Money".Definitivamente, Mayweather era o homem a ser batido no boxe. Em 2007, após vencer Ricky Hatton, anunciou a sua primeira aposentação. 21 meses depois, em 2009, regressou aos ringues intitulando-se como o maior pugilistas de todos os tempos.

Após mais uma sequência de vitórias inquestionáveis, o pugilista americano voltou a ter dificuldade diante do argentino Marcos "El Chino" Maidana.Mayweather venceu, mas a decisão dos juízes gerou polémica e os dois voltaram a lutar quatro meses depois. Mais uma vitória para o norte-americano.Ninguém parecia capaz de vencer Mayweather, mas ainda havia a "luta do século". Por fim, Mayweather derrotou neste ano o filipino Manny 'Pacman' Pacquiao, em duelo que gerou cinco anos de expectativa e que foi promovido como a 'luta do século'.

Com o seu conhecido estilo técnico, mas eficiente, o norte-americano frustrou o público que queria assistir a uma luta, mas superou aquele que muitos acreditavam ser o último lutador desta geração a reunir condições para vencê-lo.Entre os grandes momentos da carreira de Floy Mayweather Jr. ainda está o facto de que é medalhista olímpico. Em 1996, Atlanta, o norte-americano ficou com a medalha de bronze em casa na sua última luta como amador.

Currículo
Polémicas principais


Floyd Mayweather Jr. encerrou a presença no ringue diante do norte-americano Andre Berto. A carreira está marcada por confusões de toda a natureza. Apelidado de "Money" por causa da imensa fortuna que conquistou com o desporto, também colecciona problemas por declarações polémicas. Shantel Jackson foi noiva de Floyd Mayweather, mas o romance não terminou nada bem. O casal separou-se depois de muitas lutas. O comportamento violento do pugilista começou em 2012 e foi determinante para o fim do relacionamento, dois anos depois, segundo a noiva.

A rotina de Shantel era ficar presa em casa e ser insultada. A ex-parceira pede uma parcela da sua fortuna na Justiça.Floyd Mayweather e 50 Cent eram amigos, mas tudo mudou por causa de um desafio do balde com gelo, que virou moda na internet em 2014. O rapper desafiou "Money" a ler uma página do livro Harry Potter, sugerindo que Mayweather era analfabeto. A aposta foi de 750 mil dólares. O pugilista rebateu citando a "pequeno valor" definido e atacou: "ele ainda lança coisas? Não ouvi nada dele ultimamente".

A última polémica de Floyd Mayweather tem nome e sobrenome: Ronda Rousey. A campeã do UFC e queridinha nos EUA provocou o pugilista ao falar sobre dinheiro e teve resposta certeira: "banco grande compra banco pequeno". A rixa parece ter acabado, sem outros comentários. Antes, no entanto, gerou curiosidade sobre como seria um eventual encontro entre os dois em uma possível combate. Em defesa do jogador de futebol norte-americano Ray Rice, expulso da NFL após bater na namorada, Mayweather entrou em cena.

"Há muitas coisas piores que as pessoas fazem dentro de casa. Elas só não são apanhadas em vídeo". A declaração caiu mal para alguém que já havia cumprido dois meses de prisão em 2012, por violência doméstica contra outra ex, Josie Harris. Um pedido de desculpas teve de ser feito.Floyd Mayweather e Manny Pacquiao encontraram-se em Maio, mas a "luta do século" transformou-se em "dúvida do século" por causa das interrogações que ainda pairam no ar. Mayweather usou injecções intravenosas com uma combinação proibida pela Agência Mundial Antidoping, segundo a imprensa norte-americana. "Money" levou a melhor e manteve-se invicto após 48 lutas, mas há quem questione o triunfo.

the money
jOGOU LIMPO

Mayweather defendeu-se das acusações de uso de doping e afirmou que não utilizou nenhum tipo de substância que possa ter elevado o seu rendimento. Há alguns anos, foi um dos pugilistas que insistiu para que os níveis de regulamentação de exames anti-doping fossem mais rigorosos.“Como já foi confirmado pela USADA (Agência Antidoping Americana), não cometi nenhuma violação nas regras de exames anti-doping de Nevada ou da USADA. Sigo e sempre segui as regras dessas instituições. Não vamos esquecer que fui um que, há seis anos, insistiu para que o nível de exames anti-doping fosse elevado”, disse o lutador. USADA confirmou na última quinta-feira que  Mayweather não violou nenhuma regra e garantiu que o lutador teve concessão para ingerir vitaminas e salina por meio intravenoso.