Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mazozo acolhe etapa

Álvaro Alexandre - 19 de Julho, 2014

A primeira etapa da quarta edição do GP INADEC, enquadrada no calendário de competições da Associação Provincial de Ciclismo de Luanda

Fotografia: Jornal dos Desportos

A primeira etapa da quarta edição do GP INADEC, enquadrada no calendário de competições da Associação Provincial de Ciclismo de Luanda, vai contar com a participação de 30 ciclistas.

A concentração dos atletas está prevista para as 8h00 defronte à Administração do Mazozo.  Uma hora depois arranca a etapa de estrada de 100 quilómetros com o percurso de Mazozo (Km 45)  a Catete, estrada da Cabala, retorno pela mesma via e corte da meta em Catete.

O GP INADEC conta com a participação de ciclistas de Luanda, representada pelas equipas do Benfica, Santos Futebol Clube, Núcleo de Rangel e Núcleo do Cazenga e ainda do Cuanza Norte, o Porcelana.

A prova compreende duas fases. A segunda e última está marcada para amanhã, às 9h00, na Marginal de Luanda. Os 30 ciclistas vão disputar uma etapa de circuito fechado de 40 quilómetros com o percurso de um quilómetro de extensão.

O GP INADEC está inserido no programa das celebrações do 17º aniversário da fundação do Instituto Nacional de Defesa do Consumidor (INADEC), que se assinala  no dia 25 do corrente.   


UCI e AFLD juntos na luta antidoping

A União Ciclista Internacional (UCI) e a Agência Francesa de Luta contra o Doping (AFLD) anunciaram ontem, que vão continuar a cooperar na edição 2014, da Volta a França que ontem disputou a 12ª etapa.

De Maio para cá, os dois parceiros têm efectuado controlos sobre potenciais participantes do Tour e prevêem fazer vários testes sanguíneos.

“A decisão tem como objectivo determinar que corredores devem  ser alvo de controlos seja tomada conjuntamente pela Fundação Antidopagem do Ciclismo [CADF, o braço da UCI em matéria de doping] e a AFLD, na base de partilha de informação, com o objectivo de melhor escolher os ciclistas”, comunicaram as duas entidades.O presidente da UCI, Brian Cookson, disse que “esta parceria é a prova de que os actores na luta contra o doping, se trabalharem em conjunto, podem garantir a reputação do ciclismo por ocasião de um evento maior do calendário do ciclismo e mesmo do calendário desportivo internacional”.