Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

McGregor ignora ideia de pessoas talentosas

29 de Dezembro, 2015

Conor McGregor, campeão dos pesos-penas (66

Fotografia: AFP

Quando se fala em talento, podese pensar em Conor McGregor,campeão dos pesos-penas (66 kg) do UFC. Com 21 lutas na carreira e 19 vitórias – 17 foram por K.O., uma por finalização e outra  por decisão contra Max Holloway, um dos adversários da categoria. Entretanto, acredite se quiser, mas o talentoso lutador irlandês não acredita justamente em talento.

Num curto documentário publicado nesta semana, o campeão declarou que só crê no trabalho árduo e que todas as pessoas são todas iguais, porém diferenciamse
no quanto se esforçam para melhorar no que querem. Ele completa a afirmar que está obcecado com o desporto.

“Não há talento aqui, mas sim um trabalho árduo. Isto é uma obsessão.O talento não existe, somos todos iguais como seres humanos. Você podia ser qualquer um, se você se colocasse no tempo. Você vai chegar ao topo, é isso. Eu não sou talentoso, estou obcecado”, declarou.

Aos 27 anos de idade, Conor estabeleceu um novo recorde do UFC, quando venceu por K.O. Jose Aldo, ex-campeão dos penas, em apenas 13 segundo pelo UFC 194, em 12 Dezembro.

Actualmente, como terceiro do ranking de melhor lutador peso -por -peso do mundo, “Notorious” pode subir para a categoria dos leves (70 kg) e enfrentar Rafael dos Anjos, campeão da categoria, ou manter-se nos penas e tentar defender pela primeira o cinturão contra Frankie Edgar, próximo
contendor.