Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

McLaren define pilotos antes de Abu Dhabi

16 de Outubro, 2014

McLaren define pilotos antes de Abu Dhabi

Fotografia: AFP

Enquanto isso, a dupla de pilotos formada por Jenson Button e Kevin Magnussen continua a aguardar a decisão a ser tomada pela cúpula directiva.

“Espero decidir a equipa de pilotos antes do final da época. É verdade, que está a demorar um pouco mais do que talvez queríamos, mas ainda está para ser anunciado e selado antes do final da época”, declarou.

O francês garante que a indefinição desagrada a todos, principalmente a Jenson Button, piloto ligado à McLaren desde o ano de 2010, quando veio da Brawn.
“Entendo que ele não pode sentir-se confortável e está preocupado com o seu futuro. Estou no comando da McLaren e temos de fazer o melhor para a equipa.

Os pilotos são muito importantes na discussão e Jenson é mais do que considerado a ficar com a equipa, por um longo prazo.
Mas estamos a analisar o que queremos fazer com a nossa equipa de pilotos, assim que tivermos todos os dados em nossas mãos”, comentou. Eric Boullier realçou que a equipa sabe o valor de Jenson, piloto campeão do mundo. “Por isso, precisamos que ele faça um trabalho extra na pista, para salvar o seu emprego”, concluiu.


BUTTON ADMITE
PREOCUPAÇÃO


O inglês Jenson Button admite que não está tão preocupado com o seu futuro na Fórmula 1, mas  que está inquieto com a situação de Kevin Magnussen, o seu companheiro de equipa em 2014, na McLaren. O piloto conversou com o jornal Mirror e falou sobre a indefinição da equipa de Woking, que já o irritou, mas a coisa mudou de figura.

“Estava irritado na última corrida, mas estou mais tranquilo. Estamos tão perto do final da época e está mais divertido”, disse. tem mais de 250 Grandes Prémios disputados na categoria e o título mundial de 2009.

O inglês acha que o dinamarquês merece ter uma vida longa na categoria, da mesma forma que ele teve.
O ano de 2014, marca a sua 15ª época na categoria.

“Attravesso um óptimo momento da minha vida e vou ficar feliz, independente do que acontecer no próximo ano. É muito mais complicado para o meu companheiro de equipa”, analisou.Jenson Button disse que está na F1 “há bastante tempo”.
“Conquistei um título mundial e venci 15 corridas, mas Kevin está na sua primeira época e há mais pressão para ele conseguir uma vaga. Espero que eles (a McLaren) tomem a decisão certa”, concluiu.


NOVO BOLETIM
Bianchi continua em estado crítico


A Marússia divulgou um novo boletim médico sobre o estado de saúde do piloto francês, nove dias após o acidente de Jules Bianchi. Até aqui, não houve grandes novidades. Bianchi continua em estado crítico, mas estável.

“Os últimos nove dias foram extremamente difíceis para Jules e sua família. Como consequência do acidente em Suzuki, um grande número de desafios médicos foi preciso superar e a situação continua a ser desafiadora devido à lesão axonal difusa no cérebro”, afirmou a equipa, numa nota divulgada no seu site.

“Jules permanece em estado crítico, mas estável, na Unidade de Tratamento Intensivo do Mie General Medical Center, em Yokkaichi. A família Bianchi continua a ser confortada com os pensamentos e orações dos fãs de Jules e da comunidade desportiva”, disse.
O boletim informa que “qualquer demonstração de apoio e afecto durante o GP da Rússia foi de enorme conforto para os pais, parentes e amigos presentes no hospital”.

A família vai prover novas actualizações médicas quando for apropriado. Jules Bianchi bateu com força num guindaste que retirava o carro de Adrian Sutil de uma área de escape do circuito de Suzuka.