Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

McLaren descarta motores próprios

05 de Abril, 2017

Empresa britânica continua a privilegiar a construção de carros

Fotografia: AFP

A fraca fiabilidade da unidade motriz produzida pela Honda, originou vários exercícios especulativos, entre os quais a dar conta da possibilidade da empfresa sediada em Woking (Inglaterra) passar a fabricar os seus próprios motores, e aproveita o trabalho que outra empresa do grupo já faz.

O cenário foi afastado, liminarmente, pelo director executivo Zak Brown, no mesmo dia em que o construtor japonês revelou que recebe ajuda de consultores externos, para solucionar o problema a curto prazo.

\"Embora tenha accionistas comuns, connosco, com os quais trabalhamos muito de perto, a McLaren Automotive é uma unidade de negócios diferente.

O motor deles é McLaren, mas a equipa de F1 tem um conjunto diferente de prioridades financeiras, e a maneira como gerimos a situação é algo sobre o qual nunca falámos\", explicou Brown, que remeteu a possibilidade para \"quem sabe, daqui a dez anos. Mas, por agora, isso não está na agenda.\"

\"Não somos um construtor de motores, somos uma equipa de corridas e um construtor de carros\", prosseguiu o norte-americano, e revelou que o plano é continuar com a Honda: \"Estamos a trabalhar com eles, na melhor maneira de tornar a equipa competitiva o mais rápido possível, para depois o foco passar a ser ganhar de novo o Mundial - juntos.\"

\"Não houve uma real tensão no nosso relacionamento. Todas as nossas conversas com eles, têm sido sobre como vamos sair da situação, em que nos encontramos\", reforçou Brown,  e relativizou as críticas de Fernando Alonso:

\"Fernando quer ser competitivo. Se pegarem  a outro qualquer piloto campeão do Mundo, vão ver que nenhum deles está satisfeito, a não ser que esteja a vencer. É difícil para todos nós. Estamos a dar muitas entrevistas, e por vezes, somos mais emotivos, o que pode ser mal interpretado. Mas posso garantir que a relação com a Honda é saudável\"