Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Médico belga irradiado

24 de Janeiro, 2015

A entidade revelou que a suspensão vitalícia foi imposta por um painel de três membros, que consideraram que Leinders cometeu “múltiplas violações” relacionadas com doping no tempo em que fazia parte do staff técnico da formação holandesa.

“Depois de uma audiência, na qual foram apresentadas provas detalhadas, como testemunhas oculares, documentação e análises de especialistas a valores anormais apresentados por ciclistas, o painel independente considerou que Leinders possuiu, traficou e administrou substâncias dopantes e praticou métodos ilegais sem qualquer legitimidade médica”, pode ler-se na resolução.De acordo com a agência, o belga usou EPO, transfusões sanguíneas, testosterona, insulina e corticóides, entre outros, em atletas sob a sua influência.

Leinders era o médico responsável da Rabobank em 2007, quando Michael Rasmussen foi expulso da Volta a França, enquanto seguia de amarelo, por ter mentido quanto à sua localização para não ser sujeito a testes anti-doping na véspera da prova.

Com a sanção, o médico belga fica proibido de treinar ou aconselhar atletas e de participar em qualquer evento organizado pela União Ciclista Internacional ou pela Agência Mundial Anti-doping.