Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Meia maratona de Luanda traz referncias Cidade

14 de Agosto, 2015

Os quenianos vencedores da edio passada esto entre as figuras de elite confirmadas na prova

Fotografia: Jornal dos Desportos

O etíope Atsede Tsegay, que detém o registo de 58´46´´ minutos, mais 23 ´´ que o recorde mundial do eritreu Zerzenay Tadese (58´23´´) vai ser a principal figura da 3ª edição da meia maratona Cidade de Luanda, ontem apresentada em conferência de imprensa que teve lugar no Hotel Trópico. A prova sai à rua a seis de Setembro e prevê acolher cerca de 10 mil corredores.

Os quenianos vencedores da edição passada, Sammy Kitwara (masculino) e Eunice Kirwa (feminino) estão entre as figuras de elite confirmadas. Vêm ainda, na classe masculina, nomes como  Dennis Kimeto, Getu Feleke, Birhanu legese, Edwing kipsang; enquanto Cynthia Limo, Beatrice Mutai Ymer Wude engrossam a lista de atletas femininas.

A prova vai ser disputada em duas distâncias, sendo a primeira de seis Km, correspondente à mini maratona das famílias e a prova principal que tem um percurso de 21 Km.

As inscrições para a prova estão no valor de 500 kwanzas, mas a organização introduziu, este ano o "Dorsal Vip", inscrição taxada em 20 mil KZ, e que dá direito ao seu portador de iniciar a corrida junto dos atletas de elite, direito a um kit especial e com acesso a uma área vip, no final, onde haverá massagens disponíveis e serviços diferenciados.

Quanto aos prémios, a prova vai oferecer prémios monetários do 1º ao 15 classificado da tabela geral que podem ir de USD 500 a 18 mil, em função das marcas que forem alcançadas.

Uma sub tabela para atletas angolanos define valores em Kwanzas de 300, 200 e 100 mil para os três primeiros classificados. Aos atletas paralímpicos estão previstos prémios de 100, 75 e 50 mil Kwanzas.O percurso da meia maratona tem partida nas imediações do Ministério do Interior, corre toda a marginal no sentido Ilha de Luanda, faz retorno no ponto final e retorna até próximo da partida, após passar pelo largo do Porto de Luanda.