Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mercedes assume luta pelo título

10 de Maio, 2017

Equilíbrio é ponto de destaque em relação aos últimos três campeonatos

Fotografia: Fadi Al-Assaad | AFP

A temporada de 2017 da Fórmula 1 começou muito disputada. Nas primeiras quatro corridas do ano, duas foram vencidas pela Ferrari, com Sebastian Vettel, e duas pelas Mercedes, com Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

O equilíbrio é ponto de destaque, em relação ao últimos três campeonatos, nos quais a equipa alemã reinou tranquila. Para o chefe da Mercedes, Toto Wolff, a disputa segue apertada até o final.

“Esta batalha entre equipas, é uma situação totalmente diferente, da que vimos nos três últimos anos. Temos de nos adaptar ao desafio, e é isso que estamos a fazer. Esta luta continua até o final da temporada, estamos preparados para a batalha”, declarou Toto.

Wolff ainda destacou que no momento, Mercedes e Ferrari são as duas equipas mais fortes, separadas por  um ponto na classificação de equipas. Porém, o dirigente acredita que a Red Bull possa crescer de desempenho. Em 2016, a RBR terminou na segunda posição, no Mundial de Construtores.
“No momento, há duas equipas fortes a lutar pelo campeonato,  eu espero que a Red Bull se junte ao clube. Essa pequena diferença que estamos a ver nesta temporada, é demonstrada pela proximidade na luta pelo Mundial de pilotos, e ainda mais, pela vantagem de um ponto que temos nos Construtores”, continuou.

No Grande Prémio da Rússia que se realizou há oito dias, Lewis Hamilton não teve o melhor dos desempenhos. Com performance intermediária, durante todo o fim de semana, o tricampeão largou e terminou na quarta colocação. Porém, Wolff declarou que a Mercedes não tem como fazer milagres para descobrir o problema, mas que vai trabalhar duro para que isso não volte a atrapalhar.