Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mercedes e Ferrari dominam grande circo

24 de Dezembro, 2015

Adrian Newey est convencido do domnio das construtoras alem e italiana

Fotografia: AFP

As duas últimas temporadas do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 foram marcadas pelo domínio da Mercedes. Em 2015, a Ferrari mostrou também outro vigor e, a espaços, bateu o pé à equipa alemã. Depois disso vêm as outras equipas.

A disparidade de meios e a performance da Mercedes e Ferrari em relação à restante comitiva do Campeonato do Mundo de Fórmula 1 é algo que faz o actual director técnico da Red Bull, Adrian Newey, afirmar: “Só a Mercedes e a Ferrari são capazes de vencer o título.”

Para o britânico, a manter-se o estado actual da Fórmula 1, este só irá prejudicar a modalidade. Newey é apologista de um motor alternativo, medida que poderia equilibrar as contas do campeonato, ao tornar as forças mais igualitárias. 

“Sempre dei as boas vindas a mudanças nos regulamentos, porque elas dão-nos a oportunidade de experimentar coisas novas. O que não é saudável para a Fórmula 1 é o domínio actual das unidades motrizes. As restrições na construção do chassis foram longe demais, enquanto, por outro lado, podemos evoluir os motores.

Nesta situação, só a Mercedes e a Ferrari são capazes de vencer o título. Eles controlam o desporto. Espero que a FIA tome o controlo desta situação”, explicou.
Para Newey, “os motores devem ser os mesmos, assim como o combustível e o software. Isso provavelmente atrairia até mais fabricantes para a Fórmula 1. Por outro lado, a FIA também poderia trazer um motor padrão para o 'jogo', que poderia garantir que todas as equipas seriam competitivas.”