Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mercedes multada devido temperatura

21 de Setembro, 2019

Fotografia: AFP

As actividades do GP de Singapura de Fórmula 1 não começaram bem para a Mercedes. Depois de Max Verstappen colocar a Red Bull na liderança do primeiro treino livre em Marina Bay, uma multa foi aplicada à equipa germânica e anunciada ontem, dia 20.As ‘Flechas de Prata’ receberam o gancho por causa de uma violação na temperatura do combustível do carro 44, conduzido pelo britânico Lewis Hamilton, pentacampeão mundial da categoria. O incumprimento ao regulamento foi notificado pelo comissário técnico Jo Bauer após a primeira sessão de treinos livres e, segundo a notificação, o combustível de Hamilton estava mais frio do que o permitido pelas regras.

“A temperatura do combustível destinado ao uso imediato no carro número 44, com sensor aprovado e selado pela FIA, era superior a onze graus centígrados (20,3° C), abaixo da temperatura ambiente registada pelo prestador de serviços meteorológicos designado pela FIA, uma hora antes da primeira sessão de treinos livres (32° C), não estando em conformidade com o artigo 6.5.2 do Regulamento Técnico de Fórmula 1 de 2019\", diz o documento.

O combustível mais frio gera um benefício de desempenho em termos de potência e densidade. Por isso, há muito tempo, a FIA limita a temperatura como tentativa de impedir que as equipas se aproveitem da situação para tirar maior proveito nas competições.Segundo a decisão dos comissários, um representante da Mercedes explicou a violação como resultado de um \"erro no ajuste da temperatura\". De todo modo, a Mercedes recebeu uma multa de cinco mil euros.