Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mercedes pune Rosberg

31 de Agosto, 2014

A Mercedes tem os seus pilotos na liderança do Mundial e quer que ambos corram de forma correcta para chegarem ao título

Fotografia: AFP

A Mercedes anunciou sexta-feira ter punido Nico Rosberg, depois de o piloto alemão ter assumido as culpas do incidente com o britânico Lewis Hamilton, seu colega de equipa, no Grande Prémio da Bélgica de Fórmula 1.

A equipa alemã, ouvidos os intervenientes e rivais companheiros de equipa, na sua sede, em Brackley, perto de Londres, deu conta da decisão através de um comunicado, sem especificar, contudo, o teor do castigo aplicado a Nico Rosberg.

“Durante a reunião, Rosberg assumiu a responsabilidade do toque no carro de Lewis Hamilton, ocorrido durante a segunda volta do GP da Bélgica, e pediu desculpa pelo seu erro”, refere o comunicado da escuderia Mercedes.

O documente refere ainda que, ouvidos os dois pilotos sobre o incidente, que veio a resultar no abandono de Lewis Hamilton, "foram tomadas medidas disciplinares apropriadas".

A sete provas do final do calendário da Fórmula 1, a Mercedes disse que continua empenhada na conquista do Mundial, mas revelou que não vai tolerar mais nenhum incidente entre ambos os pilotos.

DESCULPAS DE ROSBERG

O líder do Mundial de Fórmula 1, Nico Rosberg, pediu desculpas por ter batido no companheiro de equipa Lewis Hamilton durante o Grande Prémio da Bélgica do passado domingo.

O alemão Rosberg bateu em Hamilton na segunda volta em Spa, o que levou o britânico a abandonar a corrida, posteriormente, devido aos danos no carro e a um pneu furado.

"Todo Wolff, Paddy Loew, Nico Rosberg e Lewis Hamilton reuniram-se na sala de reuniões da sede da Mercedes Amg Petronas, em Brackley, para discutir os eventos do Grande Prémio da Bélgica", informou a equipa num comunicado.

"Durante a reunião, Rosberg reconheceu a responsabilidade pelo contacto que aconteceu na volta dois do Grande Prémio da Bélgica e desculpou-se pelo seu erro de julgamento. Medidas disciplinares foram tomadas pelo incidente", acrescentou a escuderia.

"A Mercedes-Benz permanece comprometida com corridas duras e justas, porque essa é a forma correcta de se vencer campeonatos mundiais. Isso é bom para a equipa, para os adeptos e para a Fórmula 1", disse.

Nico Rosberg foi culpado pela equipa após a corrida por ter causado uma batida que era evitável. Os fiscais da prova não tomaram qualquer medida contra ele, nem a Federação Internacional de Automobilismo (FIA).


BREVE
Faleceu o piloto Bjorn Waldegaard


O piloto sueco Bjorn Waldegaard, o primeiro campeão mundial de ralis (1979) e um dos melhores da sua geração, sendo considerado o "rei" das provas africanas, faleceu sexta-feira, com 71 anos, vítima de cancro. O malogrado começou a sua carreira na década de 60, no ralicross, e tornou-se conhecido ao volante da Porsche, triunfando por duas vezes no Rali de Monte Carlo. Foi piloto oficial da BMW, do Grupo Fiat - ficaram célebres os seus duelos com Sandro Munari ao volante dos Lancia Stratos - da Ford e da Toyota. Triunfou por quatro vezes no Rali Safari, sempre ao serviço da Toyota, e somou, com a Peugeot, um quarto lugar no Paris-Dakar de 1991.