Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mercedes reclama falta de exposio

01 de Outubro, 2015

Britnico Lewis Hamilton continua de pedra e cal na liderana do mundial de pilotos

Fotografia: AFP

A Mercedes conquistou mais uma dobradinha, no GP do Japão, mas quem estava a assistir a corrida não viu como Lewis Hamilton abriu mais de 15s na ponta, para vencer pela 41ª vez e igualar o ídolo Ayrton Senna: o vencedor apareceu por apenas seis minutos durante toda a cobertura. Foi a oitava vitória do piloto no ano.A falta de exposição irritou os chefes da Mercedes. "Foi engraçado que até no pit stop do Lewis - o líder - só vimos ele a sair. Nem vimos se ele trocou de pneus.

Foi interessante", ironizou Niki Lauda. O chefe da equipa, Toto Wolff, também reclamou pela falta de cobertura. "Não tenho a certeza de onde estávamos durante a corrida. Eu tinha de olhar para a tela, de tempos a tempos, porque não dava para ver os carros na pista."

Acredita-se que a falta de exposição, seja uma retaliação do promotor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, pela relutância da Mercedes em fornecer motores para a Red Bull. Perguntado se acreditava que tinha alguma relação entre os episódios, Wolff disse que "é sempre muito difícil agradar Bernie, o tempo todo. Preciso de descobrir.

Mas não acho que está ligado a isso. Obviamente, a exposição na TV era importante e houve boas batalhas no meio do pelotão. Mas não posso imaginar que isso tenha sido feito com algum tipo de estratégia, porque isso, claramente não representaria tudo o que está acontecendo na pista".Com a vitória, Hamilton deu um passo importante para a conquista do tricampeoanto. Com cinco provas para o final, o britânico tem 41 pontos de vantagem sobre Rosberg.