Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mestres aprimoram 33 katas na Hula

Gaudncio Hamelay, Lubango - 10 de Outubro, 2019

Fotografia: Santos Pedro, Edies Novembro

Os mestres graduados com cinturões castanho e negro de karate-dó shotokan afectos às distintas academias da província da Huila aprimoram, aos sábados, no pavilhão do Sporting Clube do Lubango, as técnicas de 33 katas obrigatórios e bunkai. O aperfeiçoamento  visa dotar os especialistas com mais conhecimentos sobre a arte marcial com vista a melhor transmissão do ABC aos pupilos.
Além dos mestres com graduações de cor castanha e negra, participam do evento outros preparadores físicos com conhecimentos perspicazes nessa área. São os casos de prelectores formados em Educação Física pelo Instituto Superior de Ciências de Educação da Huíla (ISCED). Os especialistas têm a missão de dissipar as dúvidas sobre a dosagem de exercícios físicos direccionados aos petizes.
"Muitos mestres de artes marciais das diferentes academias são curiosos na aplicação de métodos de preparação física aos atletas. Para que não criemos situações anormais aos praticantes de karaté no futuro, principalmente, aos novatos, preferimos contar com os licenciados em Educação Física na abordagem dos temas sobre a preparação física", esclareceu Fula Florentino, presidente da Associação Provincial de Karaté-Dó Shotokan da Huíla.
O programa da Associação prevê criar uma base de dado dos atletas com elevado pendor de crescimento desportivo. A catalogação vai permitir que os mestres graduados com cinturões castanhos e negros possam transmitir conhecimentos que proporcionem à província seleccionar os excelentes executantes da arte para as competições nacionais e internacionais, segundo Fula Florentino.
As técnicas circunscrevem-se em kata básico (taikyoku shodan, taikyoku nidam, taikyoku sandan, taikyoku godan, taikyoku rukodana), katas de nível médio (heian shodan, nidan, yondan) e katas de nível superior (tekki shodan e bunkai, bassai-dai e bundai, kanku-dai e bunkai, empi e bunkai, jion e bunkai, jitte e bunkai).
As técnicas relacionadas com bloqueio, estrangulamento e desarme de objectos cortantes (faca), constam igualmente do programa de treinos de capacitação. As sinalizações e terminologia de arbitragem também vão dominar as várias sessões de preparação até Dezembro próximo.
A Associação Provincial de Karaté-Dó Shotokan na Huíla implementou a prática da arte marcial nos 14 municípios da província. O Sensei Fula Florentino é graduado com o cinturão negro 2º Dan Ang-JKA.