Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Michael Jordan revela sua paixão pelo basquetebol

05 de Fevereiro, 2016

A lenda do basquetebol norte-americano, Michael Jordan

Fotografia: AFP

A lenda do basquetebol norte-americano, Michael Jordan, fala da sua paixão pelo basquetebol e como se tornou um atleta de estatura mundial. “A quadra de basquete sempre foi meu refúgio. Era pra onde eu ia quando eu precisava achar a resposta para algum problema, ou pra acalmar a minha mente. Quando eu assinei pela primeira vez com o Chicago Bulls, em 1984, o contrato da NBA incluía uma cláusula que proibia os jogadores de praticarem algumas actividades durante a offseason, inclusive jogar basquetebol.

Se você jogasse sem obter permissão do equipa e se machucasse, o time poderia rescindir o contrato com você. Eu nunca poderia viver com esse tipo de restrição. Eu precisava jogar. Eu não só achava conforto nas quadras, eu usava o verão para melhorar.

O Bulls finalmente concordou em incluir o que eu nomeei de 'Cláusula de Amor pelo Jogo.' Naquela época, poucos jogadores, se algum, tinham esse tipo de liberdade que o Bulls me deu. Agora, eu poderia fazer o que eu sempre havia feito. Eu poderia jogar basquetebol sem consequências.'' (Michael Jordan).


BREVE
Portugueses discretos
na prova de contra-relógio


José Gonçalves (Caja Rural) foi o melhor português na etapa inaugural da Volta à Comunidade Valenciana, disputada em contra-relógio ao longo de 16,6 quilómetros. O holandês Wouter Poels (Sky) foi o mais rápido a cumprir o trajecto, em 22,34 minutos, enquanto José Gonçalves fez o 40.º tempo, com mais 1,05 minutos. Domingos Gonçalves, irmão de José, registou o 59.º tempo, a 1,25 minutos do vencedor, Ricardo Vilela, também da Caja Rural, fez mais 1,29 minutos, (66.º). Bruno Pires (Team Roth) foi 106.º, a 2,08 minutos.