Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares e tricolores jogam final em Abidjan

Silva Cacuti - 27 de Outubro, 2018

Agosto, detentor do trofu continental, em trs jogos da fase de grupos apontou 94 golos e sofreu 41. O Petro efectuou, na primeira fase, quatro jogos e marcou 149 golos contra 90 sofridos.

Fotografia: Jornal dos desportos

Depois do domínio patenteado ao longo da primeira fase, quartos-de-final e meias-finais, as equipas do 1º de Agosto e do Petro de Luanda não têm alternativa, senão jogar entre si, a decisão do título africano de clubes campeões. A partida entre as angolanas, encerra a 40ª edição da Taça dos Clubes Campeões africanos, que se disputa em Abidjan, Costa do Marfim, desde 19 do corrente. Depois de terem dado uma amostra do que podem produzir em termos de andebol de primeira, em Abril, na disputa do da Taça das Taças, no Cairo, as atletas angolanas têm, agora, a capital da Costa do Marfim, para exibirem o que há de melhor no andebol feminino africano. Quem vai ganhar? É a questão que os números tornam difícil de responder. Além do equilíbrio nos números, as duas equipas apresentam também planteis equilibrados no que a nomes diz respeito, pelo que não se pode falar em favoritismo.  Se a reconquista do título nacional é um factor motivador para Vivaldo Eduardo, técnico petrolífero, Mortem Soubak acaba de ganhar \"de volta\" a craque Natália Bernardo que, apesar de não se esperar que esteja no seu melhor, acaba por ser um elemento motivador para o resto do grupo.Nestas andanças africanas já se defrontaram em quatro ocasiões. O Petro, que joga a sua 25ª final, busca o 20 título  e perdeu duas vezes diante das agostinas. Em 2012 e 2013 venceu, ao passo que nas duas últimas presenças, 2014 e 2015 foram as militares que venceram. O 1º de Agosto joga a 9ª final do seu historial e procura o 5º título continental consecutivo. Invictas até chegar à final, ontem o Petro de de Luanda despachou o FAP dos Camarões por 24-16, ao passo que o 1º de Agosto também desfez-se do Abo Sport do Congo por 23-13 em jogos referentes às meias-finais. Nos quartos-de-final o Petro venceu o HC Vainqueur da RDC, 33-15. O 1º de Agosto bateu, na mesma fase, o HC Heritage da RDC por 35-17. O 1- de Agosto, detentor do troféu continental, em três jogos da fase de grupos apontou 94 golos e sofreu 41. O Petro efectuou, na primeira fase, quatro jogos e marcou 149 golos contra 90 sofridos. 

      Desempenho
Natália Bernardo alegra treinadores

Numa altura em que a equipa central das Forças Armadas Angolanas, 1º de Agosto, acaba de apurar-se para a final da Taça dos Clubes Campeões seniores femininos de andebol, em que vai defrontar o rival Petro de Luanda,  a equipa técnica agostina manifesta satisfação pelos níveis apresentados pela influente Natália Bernardo, que regressou às quadras, depois de ausente durante duas épocas. 
Sem fornecer detalhes estatísticos da jogadora, José Terça Chuma, adjunto do holandês Morten Soubak, falou à nossa reportagem sobre a evolução da jogadora.
"Obviamente, estamos satisfeitos e conscientes de que é a primeira competição, após duas épocas consecutivas parada, então devagarinho, ela está a voltar. Já está bem enquadrada com o resto da equipa e, agora, procura a sua performance", exteriorizou.
Natália é um activo importante para o jogo de amanhã diante do Petro de Luanda, que vai decidir o título africano.
A jogadora polivalente, que protagonizou a maior transferência do andebol angolano, ao deixar o Petro e rumar para o 1º de Agosto, tornou-se mãe e há duas épocas não dava o seu contributo à equipa. Dentro deste período, o Petro de Luanda recuperou os títulos do campeonato nacional e da Taça das Taças Africanas.