Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares procuram nova final

Silva Cacuti - 16 de Novembro, 2015

Clube Central das Forças Armadas na edição passada forçou a final até ao último jogo

Fotografia: Jornal dos Desportos

Presente nos campeonatos nacionais, desde a época de 2010, quando decidiu reorganizar um departamento da modalidade, o 1º de Agosto tenta a partir de hoje alcançar, pela segunda vez ,uma final do campeonato nacional sénior masculino de hóquei em patins. A equipa defronta hoje, às 19h00, no Pavilhão Anexo à Cidadela, o rival, Petro de Luanda, no primeiro de três jogos previstos para o "play -off" da meia-final.Os militares na edição anterior forçaram a final, até ao último jogo, perderam para a Académica, chegam ao jogo marcados por uma derrota, 2-4, diante dos petrolíferos que fez mossa nas suas hostes, pelo facto do adversário  apresentar-se na prova com uma equipa muito jovem.

 Como golos passados não vencem jogos de hoje, António Gaspar,  espera pôr em concordância o poderio e favoritismo militar com os resultados em campo. Aliás, depois do mal explicado, desaparecimento da equipa sénior do Juventude de Viana, os militares herdaram algumas das suas melhores unidades e têm um plantel com nomes sonantes como de Mamíkua, Nery, Os Gémeis Rui e Andrè Miguel, Paizinho, Zé das Botas a que se junta o guarda-redes Ricardo Almeida. Inácio Santos "Mama" técnico petrolífero, vai jogar sem pressão. Vai tirar o máximo proveito do que podem produzir Márcio Fernandes e Geoveth, os mais experientes e gerir a inexperiência do seu grupo para tentar contrariar o favoritismo alheio.

Um grande jogo em perspectiva, que vai ser antecedido pela outra meia-final em que a Académica, campeã nacional, deve cumprir com a obrigação de arrumar as coisas diante do Sagrado Coração de Jesus. A académica de Luanda fez uma primeira fase irrepreensível, em que consentiu um empate a dois golos, diante do 1º de Agosto.A prova está a ser marcada com a ausência da emblemática equipa do Juventude de Viana. Oito equipas participam na competição, com realce para a Académica do Lobito, única equipa não luandina inscrita.