Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Militares revalidam provincial

27 de Julho, 2014

A formação sénior feminina, de andebol do 1º de Agosto, revalidou o campeonato provincial da modalidade

Fotografia: Jornal dos Desportos

O desafio, que colocou em campo as equipas mais cotadas do andebol nacional, teve realce pelo grande número de adeptos que se deslocaram ao recinto para testemunhar a partida da final.

A partida foi bastante corrida nos minutos iniciais e muita eficácia, quer na defesa como no ataque de cada uma das equipas. Estas jogadas marcaram alguns momentos da partida e mereceram os aplausos dos apoiantes.

Nada fazia crer que qualquer  das equipas  chegasse em vantagem ao intervalo, dado o equilíbrio que pautavam na quadra, o que resultou no empate a 13-13, a deixar as emoções para a segunda parte.

Quando passou para frente do placar, o 1º de Agosto ficou a gerir  a marcha do marcador (22-24) e (23-25). O recinto não reuniu as condições técnicas necessárias, tanto para os jogadores como para os adeptos, dada a ausência de bancadas ou espaços para se sentar.

A um minuto do fim, Rossana Kitongo, foi expulsa após empurrar com alguma gravidade a capitã do Petro de Luanda, Natália Bernardo, que embateu com intensidade numa das barras da linha de baliza, acabou lesionada sem poder entrar mais para a quadra de jogo.

Empatada que estava a partida e o 1º de Agosto com maior posse de bola, as militares circularam para atacar com perfeição e esgotar os últimos minutos que estavam a seu favor. Coube a capitã de equipa Elzira Barros, no último ataque e nos instantes finais marcar o tento da vitória.

Este é o quarto ano consecutivo, que o 1º de Agosto conquista a referida competição, na antecâmara dos nacionais que vão ter como palco o pavilhão multiusos de Luanda.


Reacção
Edgar Neto lamenta
ausência de jogadoras


O técnico-adjunto, da equipa sénior feminina de andebol do Petro de Luanda, Edgar Neto, apontou a ausência de jogadoras influentes entre os factores, que estiveram na base da derrota de 27-28 diante do 1º de Agosto na final do campeonato provincial e disse que vai vira-se agora para o campeonato nacional. Em declarações à imprensa, o adjunto da formação tricolor admitiu que o jogo foi de grande intensidade para as duas formações e que um erro podia ditar a derrota de um dos  grupos  e à falta de algumas jogadoras fizeram a diferença na sua equipa. “Hoje (sexta-feira) não tivemos bem em alguns momentos, mas ficou a lição e sabemos onde corrigir para as competições que se seguem” disse e a seguir acrescentou que vai “agora centrar-se para o campeonato nacional que também vai ser difícil, mas temos a obrigação e a responsabilidade de vencer”.As principais baixas na formação do eixo-viário, por lesão, conforme o treinador, foram as jogadoras Anastásia Sibo, Aznaide Carlos, Patrícia Barros e Magda Cazanga.