Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ministrio est remetido ao silncio

Rosa Napoleo - 15 de Março, 2014

Jovens angolanos esto ansiosos em participar de um campeonato africano

Fotografia: Domingos Cadncia

O silêncio do Ministério da Juventude e Desportos sobre a saída da Selecção Nacional de judo, para participar no campeonato africano de 25 a 28 do corrente, na Tunísia, está a inquietar o presidente de direcção da Federação Angolana, Paulo NZinga.

A poucos dias da realização da prova, a Federação ainda não recebeu o documento, que autoriza a saída da delegação angolana. Em entrevista ao Jornal dos Desportos, Paulo Nzinga informou que o documento já se encontra no Ministério da Juventude e Desportos, há bastante tempo.

“Estamos preocupados, porque sem a autorização do Minjud a nossa participação era ilegal, e não é isso que pretendemos”, disse.

Paulo Nzinga assegurou que deram a entrada do documento “antecipadamente”, e até agora não lhes foi dito coisa alguma. O dirigente referiu que a Federação “pode conseguir o dinheiro em falta para cobrir as despesas da viagem”, desde que lhe seja entregue a licença.

 JOVEM DE 14 ANOS
NA DELEGAÇÃO

Jonatan Kiala, de 14 anos de idade, é a principal novidade da convocatória da Selecção Nacional de judo anunciada ontem pela comissão técnica da Federação Angolana da modalidade, com vista a participação do campeonato africano de 25 a 28 do corrente, na Tunísia.

O jovem da Academia de Judo 1º de Maio de Benguela vai defender as cores do país na categoria de -66kg.

O grupo é integrado ainda por Dedaldino António -60 kg, Adilson Francisco - 55kg,  Décio Mateus -60kg,  Armindo Pedro -60kg,  Antunes Vunge -66kg,  Wilson Afonso -81kg,  Araite Manuel -81kg e Frederico João -90kg. Em feminino, o técnico Yuri Paím confiou a missão a Teresa Miguel -48 kg, Janet Alberto -44kg, Ilária Paulo -52kg, Bruna de Freitas -57kg, Rita Augusto -57kg, Kássia Esperança -63kg e Juliana Manuel -70kg.

A esperança de conquista de medalhas na competição está depositada em Arait Manuel, na categoria de -60kg e em Kássia Esperança, na categoria de 63kg. O primeiro ostenta a medalha de prata nos Jogos da Lusofonia realizados em Goa, enquanto a senhora foi medalha de bronze nos mesmos jogos.

A triagem final foi feita depois de quatro semanas de preparação. O grupo está reduzido em função das condições financeiras da Federação.
Para o treinador principal, Yuri Paím, foram eleitos “os melhores atletas com potenciais de obter medalhas”.

Na última semana de preparação, os convocados aprimoram técnicas de take waza com combinações usadas com mais frequência em competições internacionais. A viagem para o palco da competição está agendada para o próximo dia 23.