Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ministra Cessante agradece esforços feitos por Angola

Silva Cacuti - 28 de Julho, 2014

A ministra cessou o seu mandato na CPLP, durante a reunião de Ministros da Juventude e Desportos, realizada na sexta-feira em Luanda

Fotografia: José Cola

A ministra cessante da Conferência de Ministros dos Desportos da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa, Fernanda Marques, agradeceu os esforços que o Governo Angolano empreendeu para que os IX Jogos da lusofonia decorressem em Luanda.“Agradeço a generosidade angolana em ter aceite o grande desafio que corresponde à sequência dos jogos”, afirmou e reconheceu que houve um esforço de todos para que o mesmo acontecesse em Angola.Fernanda Marques, que é ministra da Educação e Desportos de Cabo Verde, enfatizou que houve um “ majestoso” acolhimento e tratamento dados aos atletas e aos dirigentes que acompanhem as delegações.

Por outro lado, a governante adiantou que a língua portuguesa é o factor básico da união da comunidade lusófona e a juventude e desportos são factores de maior coesão para a unidade dos povos da CPLP.A ministra cessou o seu mandato na CPLP, durante a reunião de Ministros da Juventude e Desportos, realizada sexta-feira (25) em Luanda.Moçambique assumiu o cargo até aos próximos jogos da comunidade, agendados para 2018 em Cabo Verde.

ANDEBOL  IX JOGOS DA CPLP
Angola e Portugal dividem liderança


As Selecções Nacionais de Angola e de Portugal partilham a liderança do torneio de andebol dos IX jogos da Cplp, com  seis pontos cada uma, à saída da segunda jornada da prova. Ontem, a Selecção Nacional somou a segunda vitória ao “ganhar” à selecção de São Tomé e Príncipe por claros 40-12, com já favoráveis 23-6 ao intervalo.Um jogo pouco emotivo em que a desproporcionalidade técnica colectiva roubava o brilho de belíssimos lances individuais protagonizados quase sempre por jogadoras angolanas. Das santomenses pouco há a dizer. Dizer que é uma equipa em iniciação, não era suficiente para elucidar as debilidades no andebol apresentado, onde as falhas técnicas assumiram o corpo do jogo ofensivo santomense. Na plateia, pouca assistência e sem grandes emoções.

Angola, no fundo, teve outro jogo treino e Teresa Camunheira “Munha”, Seleccionadora Nacional,  teve tempo para tirar ilações e projectar os jogos mais difíceis com Portugal, no dia 30 e com o Brasil, no dia 31.Portugal e Brasil protagonizaram um jogo com aspecto de final, na partida que abriu a jornada. Equilibrada do princípio ao fim, a vitória foi encontrada nos instantes finais, em que as portuguesas, comandadas por Ana Seabra, antiga jogadora do 1º de Agosto, abriram vantagem de dois golos, 22-20.No período da Tarde Moçambique baptizou Cabo Verde que tinha folgado na primeira ronda devido ao atraso na chegada da equipa brasileira.Jogo que foi presenciado pelos ministros da Juventude e Desportos dos países membros da Cplp.Moçambique, recorde-se, perdeu (28-15) diante da Selecção Nacional, no jogo que marcou a abertura oficial dos jogos.
S.C

Saúde
Prova regista
desfalecimentos


Até ontem, terceiro dia de competições, a IX edição dos Jogos da Cplp tinha registado dois desmaios, segundo João Mulima, coordenador da sub-comissão médica.De acordo com  o médico cardiologista o pelouro que dirige não registou situações alarmantes, daqueles dois  de maior realce, ainda assim, nenhum obrigou a internamento em alguma unidade hospitalar.“Tivemos uma voluntária que chegou a desmaiar, mas por um quadro de paludismo. Passou cerca de 24 horas no hospital de campanha que montamos na vila olímpica e está fora de perigo. O segundo caso de desfalecimento ocorreu hoje (ontem) com uma atleta de Moçambique que após a prova de atletismo, desfaleceu, cremos que por exaustão, mas foi assistida na nossa ambulância e não precisamos de transportar para o hospital.

Tivemos ainda um atleta timorense do futebol que teve vómitos e uma jogadora cabo-verdiana que apresentou um quadro de inflamação pélvica”, enumerou.Conforme  o médico não há uma estatística de ocorrências porque as de menor realce não chegam ao seu conhecimento, são tratadas mesmo nos recintos desportivos. “São situações de dores musculares e outras, que não são de realce e são solucionadas pelas equipas médicas ainda nos recintos de prática desportiva”.

Hoje
Grandes têm
tarefa facilitada


Portugal, vencedor da última edição em que o andebol feminino esteve presente nos jogos da Cplp, Angola, anfitrião e Brasil, melhor país lusófono no ranking da IHF, têm hoje tarefas facilitadas na disputa da terceira ronda do torneio dos Jogos da Cplp.Todos os jogos estão marcados para o Pavilhão Principal da Cidadela Desportiva, a partir das 9h00.Portugal abre a jornada diante de Moçambique, tem largo favoritismo, em função dos índices patenteados pelas duas equipas, em jornadas anteriores. O Brasil vai ter pela frente a frágil formação de São Tomé. É um jogo cujo desfecho adivinha-se volumoso para as brasileiras.

Outro jogo em que a expectativa está apenas nos números que pode produzir, é o que vai opor a Selecção Nacional à similar caboverdiana. Mais rodada na prova e com outro nível de andebol, a equipa de Teresa Camunheira “Munha”, deve manter a senda das vitórias para aumentar os níveis de confiança, já que defronta Portugal e Brasil nas últimas jornadas do torneio.           
  S.C