Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ministro Muandumba avalia obras

Silva Cacuti - 15 de Dezembro, 2014

Por outro lado, visa colmatar o vazio existente nos tempos livres da juventude e evitar que se desvie para as práticas nocivas à sociedade.

Fotografia: José Soares

A visita às obras do Centro Desportivo Comunitário (CDC) do Zango IV vai capitanear, hoje, as atenções do trabalho de campo do ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muanduma. Durante a jornada, Gonçalves Muandumba vai ainda ver as obras do Centro Desportivo Comunitário do Benfica, o Centro de Reabilitação Física instalado no Estádio 11 de Novembro e a Casa da Juventude, em Viana.

Em fase conclusiva das obras, o Centro Desportivo Comunitário do Zango vai ser o principal atractivo da jornada de campo. A grande expectativa está na possibilidade de Gonçalves Muandumba anunciar a data da inauguração. O CDC do Zango começou a ser construído em Julho de 2012 e previa-se a sua conclusão em seis meses.

Orçado inicialmente em cerca de dois milhões de dólares (cerca de 200 milhões de kwanzas), o Centro vai estar dotado de uma área administrativa, ginásio, anfiteatro, quadra polidesportiva coberta (com bancadas e vestiário), quadra polidesportiva ao ar livre, campo de futebol com relva sintética, circuito de manutenção, equipamento de ginástica ao ar livre, balneários, snack bar, ciber café e loja.

A estrutura e orçamento do CDC do Benfica é semelhante à do Zango. No acto de lançamento do CDC do Zango, Gonçalves Muandumba disse que era intenção “lançar estes projectos em todos os povoados, a começar pelo Zango IV”. O projecto executivo do CDC, conforme foi prometido era distribuído “a todos os administradores municipais e a todos os governos provinciais”.

Os CDC inserem-se no Programa Despontar, lançado pelo Ministério da Juventude e Desportos, em 2007, com o objectivo de permitir a prospecção de talentos desportivos e minimizar a carência de recintos para a prática desportiva nalgumas zonas habitacionais. Por outro lado, visa colmatar o vazio existente nos tempos livres da juventude e evitar que se desvie para as práticas nocivas à sociedade.                                                             
SC