Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Ministro reconhece atraso na preparação para provas

13 de Março, 2014

Gonçalves Muandumba revelou a aposta do país nas modalidades individuais

Fotografia: Domingos Cadência

As delegações angolanas, que vão disputar as competições internacionais, a partir deste ano até 2015, estão atrasadas na sua preparação. A afirmação é do ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, no encontro com os responsáveis das Federações, na última terça-feira, em Luanda.

O dirigente informou no final do encontro com os presidentes federativos, que o objectivo do encontro era colmatar o atraso que se regista e implementar a estratégia para um bom desempenho dos representantes nacionais.

Muandumba explicou que as prioridades tanto nos Jogos da CPLP, SADC (este ano), como Panafricano (2015) são as modalidades individuais, porquanto as mesmas têm mais probabilidades de conquistar medalhas.

“A nossa grande aposta vai para as modalidades individuais. Se tivéssemos um Centro de Alto Treino já estávamos a preparar-nos, porque estamos atrasados. Portanto, este encontro serviu para coordenar a nossa preparação e começarmos a trabalhar”, frisou.

Gonçalves Muandumba informou também, brevemente, uma delegação angolana vai viajar para o Congo para criar as condições para a caravana que vai disputar os Jogos Panafricanos naquele país.

“Há necessidade de criarmos já as nossas condições de alojamento, entre outras. Por isso, vamos preparar as condições para a nossa delegação com cerca de 200 pessoas, com alguma antecedência”, salientou.

Quanto aos Jogos Olímpicos, a decorrer no Brasil, em 2016, referiu que se tivermos em conta a boa relação existente entre Angola e aquele país sul-americano as selecções nacionais podem efectuar os respectivos “aprontos” no local da competição com antecedência, com o objectivo de melhorar a classificação de Londres'2012.

UNIÃO DA FAMÍLIA
O encontro aberto do ministro da Juventude e Desporto, Gonçalves Muandumba, com os agentes e responsáveis desportivos visou unir os angolanos para enfrentar com êxito as competições internacionais programadas até ao ano 2015, afirmou o presidente da Federação Angolana de Ginástica (FAG), Auxílio Jacob.

Em declarações à imprensa no final da reunião, o Auxílio Jacob disse que cada dirigente presente saiu consciencializado de que a melhor forma de unir uma nação, é o diálogo. O ministro conseguiu fazer que os presentes se sentissem responsabilizados pela participação de Angola nas competições internacionais, com objectivos e metas bem definidos, segundo o responsável. Para que isto se efective, há necessidade da união das federações para a melhoria dos resultados de Angola.


MEDALHAS
Carlos Rosa prevê melhorias no quadro de medalhas


O encontro com o ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, na última terça-feira, vai ajudar na melhoria do quadro de medalhas de Angola nas competições internacionais. A apreciação é do presidente da Federação Angolana de Atletismo (FAA), Carlos Rosa.

Em declarações à imprensa, no final da reunião, o responsável disse que os agentes desportivos conseguiram, de forma aberta, colocar as suas preocupações ao titular do ministério e traçaram propósitos no sentido de que as participações do país nas competições internacionais sejam melhores em relação aos anos passados.

O responsável frisou que as prioridades são os Jogos da CPLP, SADC (este ano) e o Panafricano (2015), e a iniciativa do ministro em congregar os dirigentes desportivos é uma mais-valia. “São nesses encontros que saem grandes contributos para as competições”, disse.