Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mo Farah sonha com recorde

19 de Março, 2015

Apesar de estar, actualmente, a treinar para a maratona de Londres, a disputar a 26 de Abril, Mo Farah

Fotografia: AFP

O britânico Mo Farah, campeão olímpico e do mundo dos 5.000 e 10.000 metros, assumiu ontem a vontade de vencer a 25ª edição  da meia maratona de Lisboa, no domingo, com a ambição de melhorar o recorde de distância. “Estou muito entusiasmado para disputar a meia maratona de Lisboa, porque é a primeira vez que venho a Lisboa, apesar de não ser a primeira vez que venho a Portugal. Sei que a corrida é entusiasmante, já a vi anteriormente, incluindo quando bateram aqui o recorde do mundo”, afirmou Mo Farah, em entrevista a agência Lusa.

O atleta britânico disse recordar-se de o eritreu Zersenay Tadese ter estabelecido a melhor marca mundial de distância (58.23 minutos na edição de 2010 da corrida lisboeta e, sem querer comprometer-se, anunciou a vontade de “andar entre os da frente e depois ver o que acontece”, porque chegar ao recorde “depende do que acontecer na corrida”.

“Estou muito mais forte do que em Londres2012, tenho corrido meias maratonas para me preparar para a maratona, o que é completamente diferente, mas a minha forma é boa. Mostrei-o há umas semanas, quando bati o recorde do mundo das duas milhas, e isso deu-me muita confiança”, salientou Mo Farah, aludindo aos 8.03,40 minutos alcançados em Birmingham, a 21 de Fevereiro.

O britânico, nascido na Somália, vai ser um dos 15.000 participantes na meia maratona, enquanto cerca de 20.000 vão participar na mini maratona, algo que o pode motivar durante os 21,0975 quilómetros, distância em que tem 60 minutos como melhor registo. “Ter tanta gente a correr nesta famosa ponte [25 de Abril] é entusiasmante, mas quero primeiro fazer o meu melhor e depois, se for possível, olhar para trás e ver o pelotão”, frisou.

Apesar de estar, actualmente, a treinar para a maratona de Londres, a disputar a 26 de Abril, Mo Farah vai voltar a apostar nas corridas de pista, tanto nos Mundiais de 2015, em Pequim, como nos Jogos Olímpicos de 2016.