Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Momedes testemunha campeo

Helder Jeremia - 20 de Outubro, 2016

Campeo Nacional de Karting vai ser conhecido a meio do ms da independncia

Fotografia: Dombele Bernardo

A cidade de Moçâmedes vai testemunhar a consagração do Campeão Angolano de Karting na prova a disputar-se entre os dias 19 e 20 do corrente, no circuito urbano da capital do Namibe. A expectativa do novo e a revalidação do título da categoria DD2 constituem ingredientes para movimentar a bela paisagem da velha cidade do litoral sul angolano. Três pilotos desembarcam nas praias da Miragem com objectivo de erguer o troféu de campeão.

Separados por 12 pontos na tabela geral de classificação, Danilson Teixeira  trava uma forte batalha com Cláudio Teixeira. Danilson tem a missão de defender a diferença para revalidar o título, enquanto o irmão aspira destroná-lo.À espreita do lugar de honra do Campeonato Angolano de Karting está Rui Andrade. O segundo classificado da última jornada a Moçâmedes motivado para erguer pela segunda vez consecutiva o troféu.

Para o sucesso da pretensão, as equipas técnicas e os pilotos projectam a derradeira etapa da competição com sessões de treino livres nesse fim de semana no circuito Multiparques, em Luanda, e os residentes em Benguela, no circuito de O'mbaka, no pátio de estacionamento do Estádio Nacional.A crença pela vitória resulta da prestação na última jornada disputada na circuito de O'mbaka, em Benguela, na terça-feira última. O piloto do Team 3 Kappas, Jaime Duarte, apesar de não ter oportunidade de chegar ao título, pode complicar as contas dos candidatos ao título. O vencedor da prova de Benguela está a apresentar boa performance.

Mauro Canha Pereira augura fechar o ano desportivo no pódio, depois de falhar em Benguela. O quarto classificado em O'mbaka quer evitar um confronto directo com Marcos Barreira, da equipa Comboio dos Duros, à semelhança da jornada anterior. Mauro Pereira quer interromper a revalidação do título de Danilson Teixeira e vai juntar-se à luta pelo lugar de honra do pódio.

Abaixo da tabela geral, a luta também é aliciante. Ana Mafalda Duarte vai procurar manter os níveis progressão e abafar alguns "homens". A piloto do Team AMD Racing vai lutar para lugares mais acima do nono lugar para terminar em "grande" a competição.Quem procura evitar a "humilhação" é João Almeida, do Rial Racing Team. O "menino" quer encerrar o Campeonato Angolano de Karting muito acima de Ana Mafalda Duarte na tabela geral. A derrota em Benguela deixou-o magoado.

O regresso de Tatiana Alves à competição é uma certeza. Depois de falhar a prova de O'mbaka, a piloto do Team Jolif quer voltar evidenciar as performances, que lha atribuem o estatuto de uma das promissoras do karting nacional.À entrada da última jornada, Danilson Teixeira lidera a competição com 124 pontos, seguido de Cláudio Teixeira (112), Rui Andrade (110), Jaime Duarte (62), Mauro Pereira (54), Marco Barreira (51), Tó saraiva (42), Ana malfada Duarte (37), João Paulo Alves, Alexandre Nune, (34), Arlindo Narciso (29).  


ÉPOCA'2016
Ramiro Barreira satisfeito com as equipas


O Campeonato Angolano de karting é um das provas mais regulares do calendário da Federação Angolana de Desportos Motorizados da época de 2016. O encerramento está previsto para o próximo mês de Novembro em meio às celebrações do 41º aniversário da constituição da República de Angola.

Na hora de balanço da época, a direcção da Federação está satisfeita com o desempenho das equipas, associações provinciais e outros agentes na concretização de 90 por cento das actividades programas, não obstante as grandes dificuldades inerentes à conjuntura económica.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, o primeiro vice-presidente da Federação Angolana de Desportos Motorizados, Ramiro Barreira fez um balanço "positivo" sobre o trabalho desenvolvido no primeiro mandato do elenco. O responsável apelou aos amantes das modalidades motorizadas a continuar a trabalhar de forma "abnegada para que o país continue na senda de grandes conquistas".

O vice-presidente para o karting, Augusto Diogo, destacou a massificação nas províncias da Huíla e do Namibe e garantiu a disponibilidade pessoal em continuar a trabalhar com a mesma determinação "para que a próxima época seja mais produtiva".
A colaboração de algumas empresas patrocinadoras "representa um elemento crucial no desenvolvimento do desporto", uma vez que "sem os apoios não é possível levar as competições às diferentes cidades". O sucesso da presente época desportiva deveu-se aos apoios das autoridades locais, segundo o responsável.

O Campeonato Angolano de Karting teve início a 20 de Março na província do Namibe. Luanda acolheu a segunda prova a 5 de Maio.Benguela foi palco da terceira jornada a 22 de Maio e cidade de Huambo testemunhou a 19 de Junho a disputa da quarta jornada.A quinta jornada foi disputada na capital da Huíla, Lubango, com o Grande Prémio da Nossa Senhora do Monte a 30 de Julho.

O Grande Prémio Cidade de Benguela foi a penúltima jornada disputada na última terça-feira no circuito de O'mbaka.Lunada, Lubango e Benguela respondem pelos maiores pólos de desenvolvimento do karting nacional. Esse pressuposto contribui para formação de novos talentos do automobilismo nacional.