Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Modalidade com dificuldades de crescimento na Hula

Gaudncio Hamelay-Lubango - 09 de Março, 2019

Juka Fernandes garantiu, que se a Federao der apoio, em termos de material desportivo

Fotografia: Jornal dos Desportos

 O desenvolvimento da modalidade de esgrima, na província da Huíla, está condicionado à falta de material desportivo, incentivos financeiros e  à promoção de acções formativas de técnicos especializados na área.
Implementada na província há três anos, com um universo de 60 atletas, em ambos sexos, fundamentalmente, na massificação, nos dias de hoje a esgrima conta só com  quatro praticantes que trabalham a meio gás. 
 Juka Fernandes,presidente da Associação Provincial dos Desportos Individuais da Huíla (APDIH),  disse que a esgrima ao nível da província, está com sérios problemas, porque perdeu-se a comunicação com a Federação angolana da modalidade.
 Justificou, que a Associação local sempre solicitou o material ao órgão reitor da modalidade, nunca tiveram resposta da Federação. Como resultado, informou o dirigente Associativo, a esgrima desapareceu pura e simplesmente.
“Nesta ordem de ideias, nós temos a modalidade, praticamente, na estaca zero, embora, tenhamos  quatro atletas que sempre trabalham a meio gás. Assim, vamos junto dos meios de difusão massiva,  ver se recordamos a Federação que dê algum apoio, em termos de material e se possível, mandar um técnico à Huíla, no sentido de promover alguma formação e incentivos para fazer que a modalidade saia da letargia em que se encontra mergulhada, actualmente”, referiu.
 A esgrima, na província da Huíla, anunciou, Juka Fernandes, “está em estado de coma,  precisa de medicamento para sair do foco onde está metido”.
Juka Fernandes garantiu, que se a Federação der apoio, em termos de material desportivo, a Associação local pode reactivar a modalidade, porque conta com alguns jovens que acabaram a formação superior no Instituto Superior de Ciências de Educação (Isced-Huíla), formação na modalidade de esgrima.
 “Então, podemos aproveitar esses jovens, mas com alguns incentivos, se possível financeiros, para suportar  encargos com os futuros técnicos que assegurem a modalidade”, frisou.
 O dirigente Associativo reconheceu, que a esgrima é uma modalidade nova na província, muita gente desconhece a sua existência e nem sabe como se pratica.
 “Muita gente não sabe o que é a esgrima, por ser uma modalidade nova, na província, porque implementamos há três anos. Nesta ordem de ideias, isso, fez que as pessoas não aderissem e  os jovens que estavam com uma certa motivação, recuassem”, lamentou.
O Sporting Clube do Lubango e a Heja Sport Clube são as duas agremiações que movimentavam a modalidade, nas terras atletas da Chela.