Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moreno e Hebo reforçam Belenenses

Silva Cacuti - 14 de Setembro, 2014

Os andebolistas angolanos Edivaldo Ferreira

Fotografia: Jornal dos Desportos

Os andebolistas angolanos Edivaldo Ferreira "Moreno" e Romé Hebo seguem nos próximos dias para Portugal, onde vão reforçar o plantel da equipa do Belenenses, da primeira divisão, soube o Jornal dos Desportos de fonte do 1º de Agosto, equipa com que os atletas se sagraram vice-campeões nacionais.

No facebook do clube português, a integração dos angolanos foi referenciada aquando da apresentação do plantel de Pedro Alvares, técnico da equipa de Belém.

Para o lateral esquerdo, Edivaldo Ferreira, vai ser uma segunda experiência no andebol português, onde já actuou e sagrou-se campeão pelo FC do Porto. O central Rome Hebo, 22 anos, que teve uma actuação brilhante no último campeonato nacional, vai estrear-se ao serviço de uma equipa estrangeira.

A ligação ao clube português surge de uma estreita colaboração com o emblema militar.

Não é a primeira vez que os atletas angolanos representam o Belenenses. Moreno e Romé Hebo seguem pisadas de outros grandes nomes do clube militar que encontraram no clube do Restelo palco para uma carreira de sucesso.

No início da década de 90, Paulo Bunze, considerado o melhor andebolista angolano de sempre, deixou o clube militar e rumou para o Belenenses, onde logrou ser campeão português.

Em 1994, Filipe Cruz, actual treinador da equipa do 1º de Agosto, também foi a Belém jogar lado a lado com Paulo Bunze na final da Supertaça portuguesa diante do FC do Porto.

A mais recente passagem de atleta angolano pelo Belenenses foi a de Pedro Neto "Oy" que chegou ao emblema quando era orientado pelo actual seleccionador nacional sénior feminino,  João Florêncio. Hoje, Pedro Neto é adjunto de João Florêncio na selecção nacional.