Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Morreu o piloto Joel Caetano

Gaudêncio Hamelay, no Lubango - 05 de Setembro, 2013

Graves sofridos após um acidente no Grande Prémio, dos 200 kms da Huíla

Fotografia: Jornal dos Desportos

O piloto Joel Miguel Caetano “Man Kaita”, da equipa Ilha de Luanda, faleceu na terça-feira no Lubango, vítima de graves ferimentos no crânio, após um fatídico acidente ocorrido domingo durante a disputa do Grande Prémio de Moto Open 600 cc, inserido na 27ª edição das Festas da Nossa Senhora do Monte.
Depois do acidente, o “Man Kaita” foi  transportado de imediato para o hospital central do Lubango Dr. António Agostinho Neto, onde recebia tratamento na Unidade de Cuidados Intensivos, mas não resistiu e acabou por perecer.

O presidente da Associação Provincial dos Desportos Motorizados da Huíla, Ivan Santos, confirmou a notícia. O acidente aconteceu na segunda volta da segunda manga  da prova de motos, quando descrevia a curva do Casino que dá acesso à Estufa.

O piloto perdeu a dianteira ao aproximar-se da zona de travagem e embateu contra as barreiras e pneus de protecção.
De acordo com o presidente da Associação dos Desportos Motorizados da Huíla, depois da queda, Joel Miguel Caetano foi atingido pela própria moto “o que terá provocado um traumatismo craneano que o levou à morte”.

“Na qualidade de presidente da Associação Provincial dos Desportos Motorizados da Huíla cabe-me informar que faleceu o piloto Joel Miguel Caetano, vulgo “Man Kaita”, vítima de ferimentos graves sofridos após um acidente no Grande Prémio em motos, edição de 2013, dos 200 kms da Huíla”, anunciou.
Ivan Santos sublinhou que o desporto angolano e, em particular, o motorizado, perdeu um piloto experiente  que vinha impondo o seu nome no motociclismo nacional.

Perante o constragimento, a Associação da Huíla endereça à familia enlutada os seus mais sentidos sentimentos de pesar. “Em meu nome pessoal e da nossa equipa, gostaria de deixar aqui a nossa palavra de conforto e as nossas condolências à família enlutada, à mãe Dona Luzia, ao pai, amigos próximos e amantes do desporto”, lamentou.

Ivan Santos anunciou ontem que a Associação da Huíla criou todas as condições para transladar o corpo para Luanda.
O governo da Huíla manifestou igualmente a sua tristeza com a morte inesperada do piloto Joel Miguel Caetano.
GAUDÊNCIO HAMELAY | NO LUBANGO