Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

MotoGP volta ao Brasil

12 de Maio, 2013

A última vez que o Brasil foi sede de uma etapa da MotoGP foi em 1992, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo

Fotografia: AFP

A organização da MotoGP está a realizar mudanças no seu calendário para as próximas temporadas e uma das principais novidades é a possível realização de uma prova no Brasil, . A ideia é ter o país como sede em 2014mas, por conta dos preparativos necessários, a realização deve ficar para 2015. Para o próximo ano, foi confirmada uma etapa na Argentina.

"No próximo ano vamos para a Argentina e, muito provavelmente, no futuro próximo, para o Brasil, e, em seguida, estamos a pensar em outros locais na Ásia", declarou Carmelo Ezpeleta, chefe-executivo da Dorna (empresa que organiza a modalidade), à Agência Reuters.

A última vez que o Brasil foi sede de uma etapa da MotoGP foi em 1992, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. Com o regresso da prova, a intenção da organização é que a cidade que receberá a competição seja Brasília. "Eles estão prontos, mas não sei se são capazes de fazer todas as obras antes do final deste ano", declarou o dirigente.

Na Argentina, uma corrida não era realizada desde 1999, quando Buenos Aires foi sede. Para 2014, o local mais cotado para receber o evento é o Autódromo Termas de Río Hondo, localizado na província de Santiago del Estaro.

Com as mudanças, Estados Unidos e Espanha devem perder algumas provas, já que actualmente são sedes de três e quatro corridas, respectivamente.  Enquanto isso, o piloto da MotoGP, Héctor Barberá foi detido pela polícia, sexta-feira. A acusação é que ele teria batido e feito maus tratos a sua namorada, de acordo com a imprensa espanhola. As informações teriam vindo do hospital no qual a mulher está internada.

O problema teria acontecido durante a madrugada, num hotel de Jerez de la Frontera, onde Barberá participou de uma corrida da MotoGP, na semana passada. Depois que as supostas agressões aconteceram, a namorada dele teria feito a denúncia, o que levou a polícia a prendê-lo provisoriamente. Héctor Barberá tem 26 anos e disputa a MotoGP desde 2010, com passagem pelas equipas Paginas Amarillas Aspar Team e Pramac Racing Ducati. Actualmente ele está na Avintia Racing e ocupa apenas a 14ª posição na classificação.


Barberá é condenado
por agredir namorada


O piloto Héctor Barberá foi condenado a seis meses de prisão por ter agredido a namorada. A justiça espanhola foi rápida a resolver o problema de violência doméstica entre o piloto Héctor Barberá e a sua (agora) ex-namorada - depois de agressões mútuas na noite de quinta-feira última. A namorada teve uma pena de cinco meses.

No entanto, apenas Barberá foi condenado, pelos seus antecedentes criminais, depois de em 2012 ter sido apanhado a conduzir sob efeito de álcool, apesar de ser praticamente um dado adquirido que o piloto cumpre a pena com trabalhos comunitários. Quanto à namorada, em face da ausência de antecedentes, fica com pena suspensa.