Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Motores roncam hoje no Grande Prmio Z D

Hlder Jeremias - 03 de Agosto, 2014

Firio de Sousa piloto do Team Gasosa da ptovncia da Hula e promete levantar hoje no autdromo de Luanda o maior trofu da prova que homenageia o chefe de Estado

Fotografia: Jornal dos Desportos

O  despique entre o piloto angolano Fiório de Sousa e o português Pedro Salvador, na categoria dos turismos GT, é a grande atracção da terceira edição do Grande Prémio Internacional Zé Du, em automobilismo e motociclismo, que o autódromo de Luanda acolhe hoje, a partir das 13h00. A prova está inserida nas celebrações do 72º aniversário natalício do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, a ser comemorado no dia 28 do corrente.

Referenciado entre os pilotos nacionais mais experientes em provas de velocidade, Fiório de Sousa está ciente que a luta pelo troféu da maior competição dos desportos motorizados é um "teste difícil".

 O adversário directo responde pelo nome de um dos corredores de Portugal mais audazes. Uma das maiores proezas de Pedro Salvador foi a conquista do Campeonato Português de velocidades em 2011.

Depois de ter feito a sua primeira presença em Angola no ano passado, Pedro Salvador sente-se mais familiarizado com o circuito de Belas, onde recebeu o troféu de segundo classificado da segunda edição do Grande Prémio Zé Du. O vencedor foi o piloto da LS Sport, Daniel Vidal.

Aos comandos do um Radical, Pedro Salvador deixou notáveis indicadores quanto a uma jornada triunfante na segunda presença na prova que homenageia o Chefe da nação angolana. Ontem, nos treinos livres, o piloto português estabeleceu um dos melhores tempos.

Apesar da perícia de Pedro Salvador, o desfecho do certame é de difícil prognóstico. A bravura do piloto da cidade do Lubango, Fiório de Sousa, é conhecida em muitas competições internacionais.

A pedido de várias equipas, o angolano representou as cores de algumas equipas na Europa, na categoria de Fórmula 3 e World Series by Renault, ao lado de outros angolanos como Ricardo Teixeira e de Luís Sá Silva. Esse último corre no Euro Séries de GP 3.

A representar o Team Gasosa, Fiório de Sousa tem como principal marca a explosão no arranque e ousadia na abordagem de curvas apertadas. Essas qualidades permitiram-lhe arrebatar troféus desde as classes elementares. A falta de recursos financeiros é o motivo que o impede de ir para a Europa representar as cores nacionais nos míticos circuitos europeus.

A prova de hoje vai contar também com pilotos das equipas Pumangol, Soescapes, Social Team, Team Huambo, entre outras.


EVENTOS DESPORTIVOS
Albino recomenda segurança


 O Secretário de Estado para a política desportiva, Albino da Conceição, recomendou o estrito cumprimento das medidas de segurança e planeamento atempado das actividades por parte dos agentes organizadores de eventos desportivos.

A alta entidade do aparelho governativo falava na abertura do 1º Seminário Nacional dos Desportos Motorizados, organizado pela Federação Angolana dos Desportos Motorizados e o Ministério da Juventude e Desportos, no âmbito da realização do terceiro Grande Prémio Zé Du em automobilismo e motociclismo a ter lugar hoje no Autódromo de Luanda.

Albino da Conceição, que esteve em representação do Ministro da Juventude e Desportos, Gonçalves Muandumba, também dissertou sobre o tema "A Nova Lei dos Desportos em Angola - Articulação com as Federações". O dirigente informou que as especificidades dos desportos motorizados estão a merecer a devida atenção no que tange à sua regulamentação jurídica.

Albino da Conceição deu a conhecer que o Estado angolano está empenhado na criação de políticas que se traduzam na melhoria do status quo do desportista nacional. Nesse momento, estão em análise a introdução do número de identificação de cada atleta inserido no sistema desportivo de Angola.

No dizer do dirigente, só com um plano elaborado com a devida antecedência e o cumprimento das normas de segurança se pode evitar os acidentes, tal como sucedeu na última prova de velocidades realizada na cidade de Benguela. Albino da Conceição sublinhou as debilidades no esquema de segurança do Grande Prémio de Karting "Cidade de Luanda" que a Baixa da capital acolheu há duas semanas.
HELDER JEREMIAS


AUSÊNCIAS
Vidal e Vuty desfalcam a prova


A ausência do piloto ao serviço da LS Sport, Daniel Vidal, vencedor da edição passada do Grande prémio Internacional, está a criar alguma inquietação no seio da legião de admiradores que hoje se deslocam ao Autódromo de Belas para acompanhar a terceira edição do GP Zé Dú.

Daniel Vidal, que está fora da competição por razões profissionais, lamentou o facto de não poder oferecer a alegria aos adeptos. O piloto colocou o seu carro à disposição do ex-campeão português de velocidades, Pedro Salvador, com quem travou duelo cerrado em 2013.

A vaga de Daniel Vidal serve de abertura de outros pilotos de referência no Campeonato Angolano de Velocidade. O destaque vai para Fiório de Souza, sem desprimor para Ricardo Almeida, Luís Fernandes e Luís Ferreira, entre outros.

Na categoria de motorizadas EVO 600, o grande ausente vai ser o actual campeão nacional de velocidades, Hélder Coelho "Vuty", que abdicou de provas de velocidades e enveredou pelo rali. O vencedor da edição passada lidera a categoria de motorizadas do rali, seguido de Zé Comando.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Helder Coelho "Vuty" justificou a mudança pelo facto de ter "preferência em provas mais radicais". A ausência na prova de hoje deve-se à "incompatibilidade de tempo para se manter em ambas categorias". Contudo, desejou "sucesso a todos concorrentes". 
HELDER JEREMIAS


MOTOCICLISMO

Dinho Máquina, Dimas Cowboy e Victor Barros são os principais candidatos ao troféu da prova de motociclismo do terceiro Grande Prémio Internacional Zé Du, na categoria dos EVO 600cc,  marcado para o princípio desta tarde do Autódromo de Belas.

O piloto do Team Huambo, Dinho Máquina, foi o principal adversário de Helder Coelho "Vuty", piloto ao serviço da TDA, na edição passada. Hoje, o piloto do Huambo tem grandes hipóteses de colocar na sua ficha de serviço o primeiro troféu José Eduardo dos Santo.

Apesar de algum favoritismo do piloto do Huambo, a conquista do prestigiado troféu se afigura muito árdua, a avaliar pelo extraordinário desempenho dos três outros candidatos. Victor Barros, que vem da província do Cuanza Sul, está determinado em colocar os pés no lugar mais alto ao pódio.
Os dois angolanos vão contar com a concorrência de Cameron Peterson, piloto sul-africano convidado.