Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Motorizadas aceleram em Ndalatando

H?lder Jeremias - 20 de Maio, 2017

Contamos com grande parte dos melhores pilotos da actualidade, e teremos uma prova ao nível dos kupapatas, para abrilhantar todo o cenário\", informou Orlando Almeida.

Fotografia: Paulo Mulaza | Edições Novembro

O despique, entre o piloto do Team Orbel, Zé Cazenga, e o seu adversário, ao serviço do Team Transchipita, Fernando Baptista \"Ferna\", será o momento de maior atracção da segunda jornada do campeonato Nacional de Motocross, que o circuito Manuel Pedro Pacavira vai albergar hoje, a partir das 14h00.

Sob égide da Federação Angolana de Desportos Motorizados, em parceria com a empresa Refriango , e colaboração das autoridades do Cuanza Norte, o evento organiza provas nas categorias dos 250cc, 150cc e moto 4(450cc), para além de uma prova de kupapatas, constituída por pilotos locais, no âmbito das actividades alusivas às festas da cidade.

Desde quinta-feira em Ndalatando, pilotos e dirigentes foram recebidos em apoteose pelo público local e membros da administração, pelo que hoje se espera por uma  moldura humana ávida de testemunhar  a segunda prova, referente à primeira edição do Nacional, cujo pontapé de saída teve lugar dia 8 de Abril, no município de Quilengues, província da Huila, com a vitória a sorrir para Zé Cazenga, seguido de Fernando Baptista e o piloto do Team Cazenga,  Etelvino Sebastião \"Moreno\".

O vice-presidente da FADM para o motocross, Orlando Almeida , dirigiu os trabalhos de manutenção do circuito Manuel Pedro Pacavira, uma infra-estrutura em homenagem ao ex - governador do Cuanza Norte, facto que permitiu aos pilotos efectuar o reconhecimento do traçado, durante um sessão de treinos no período vespertino.

Fernando Baptista \"Ferna\"  destaca-se nos últimos tempos, pela sua célere progressão em termos técnicos e físico, venceu a terceira jornada do Provincial de Luanda, realizada sábado, no circuito Jorge Varela, em que ocuparam as posições imediatas os piloto namibiano, Ruhan Gous e Zé Cazenga.

Outro motivo de grande expectativa, é o confronto directo, na categoria de moto 4, entre Bruno Ferreira \"Aghai\", pelo Team VD Comercial e Edson Miranda \"Roquinho\", Team Orbel, em que o segundo levou de vencida a jornada inaugural do nacional, ao passo que o primeiro leva vantagem no provincial da capital, com um somatório de duas vitórias contra uma do adversário. 

\"Todo o aparato está montado para amanhã (hoje) fazer a abertura das festas desta linda cidade, com uma prova de grande envergadura, de forma a saciar o desejo do público que tem brindado com muito carinho. Contamos com grande parte dos melhores pilotos da actualidade, e teremos uma prova ao nível dos kupapatas, para abrilhantar todo o cenário\", informou Orlando Almeida.
 Hélder Jeremias

Motocross
Júlio Silva
cumpre
segunda etapa 


O motoqueiro Júlio Silva que vai representar a província de Cabinda na Iª edição do Raide África Internacional, que os Amigos da Pica vai promover de 1 de Junho a 8 de Julho do ano em curso, com percurso Angola/Namíbia/Botswana/África do Sul/Suazilândia/Moçambique/Angola, num roteiro de 10 mil kilometros, cumpre sábado e domingo a IIª etapa de preparação da sua moto de marca Kawasaki de 650CC.

Para esta segunda etapa de preparação, o motoqueiro Júlio Silva vai percorrer uma distancia de 400 kilometros, sendo 200 a ida e 200 ao regresso, com uma velocidade média de 100 Km/h, partindo da cidade de Cabinda até ao município de Belize. A segunda etapa de treinamento do motoqueiro Júlio Silva, que está a ser acompanhado por uma equipa técnica, visa dar maior rodagem a moto Kawasaki de 650CC e a estabilidade fisica do atleta durante o Raide África Internacional.

Na primeira etapa de preparação que aconteceu, no ultimo final de semana, o motoqueiro Júlio Silva cumpriu o percurso cidade de Cabinda/aldeia do Povo Socoto/comuna do Dinge/município do Buco-Zau/Municipio de Belize/comuna de Miconge/cidade de Cabinda, numa distancia de 400 kilometros.

A terceira etapa e a ultima de preparação acontece no final deste mês antes da sua partida para Luanda onde se junta ao grupo de motoqueiros que começa o tour do Raide Africa Internacional no dia de Junho. O objectivo da preparação do representante de Cabinda é de estar em melhores condições físicas, mentais, psicológicas e emocionais para dignificar a província no referido evento desportivo.  
Joaquim Suami, em Cabinda