Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moulay Abdallahacolhe estreia de fundistas

Teresa Lus, Rabat - 26 de Agosto, 2019

Fotografia: Jornal dos Desportos

Com o pensamento virado para a melhoria das respectivas marcas, os fundistas angolanos, Neide Dias, Edson Oliveira e Venâncio Tchingombe, estreiam hoje, a partir das 10h00, nos Jogos Africanos de Rabat. As provas de atletismo vão ser disputadas na pista do Estádio “Prince Moulay Abdallah”.
À semelhança dos Jogos Olímpicos, a entrada em cena da modalidade base do desporto, está a ser aguardada com expectativa, pelos aficionados. Durante cinco dias, velocistas, saltadores, lançadores e fundistas vão entreter o público que se deslocar ao Moulay Abdallah.
O calendário reserva a disputa dos 100, 200,400 e 800 metros. Nas corridas de fundo constam os 1500, 3000 e 5000 metros. Relativamente às disciplinas técnicas, os atletas vão competir no triplo salto, salto em comprimento, lançamento de disco e dardo.
Neide Dias vai evoluir nos 800 e 1500 metros, Edson Oliveira e Venâncio Tchingombe nos 3000 e 5000 metros. Embora privados de treinador, os representantes angolanos almejam estar entre os melhores.
 Recentemente, em declarações à imprensa, o presidente da Federação de atletismo, Bernardo João, afirmou que apesar de algumas contrariedades os corredores querem melhorar as suas marcas.
“Há situações alheias à nossa vontade. Infelizmente, a missão foi reduzida. Entre ter ali um treinador, nós optamos por ter três atletas. É um estímulo pelo empenho demonstrado. Talvez,  seja a pior opção, mas no momento não temos outra. Eles sabem das dificuldades, mas nada os impede de brilharem”.
Os quenianos, eritreus e etíopes são à partida os candidatos aos lugares cimeiros, nas corridas de fundo.