Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Moxico forma árbitros e técnicos

Rosa Napoleão - 07 de Março, 2015

A modalidade pode conhecer nos próximos tempos outro nível de desenvolvimento com a formação de mais agentes

Fotografia: Jornal dos Desportos

Oito técnicos e sete árbitros terminaram o curso de nível I oferecido pela F.A.T.

A actividade que marca a segunda edição do projecto de formação, inserido nas prioridades para a presente época desportiva, teve a duração de uma semana. A primeira etapa do curso aconteceu, recentemente, nas províncias de Cabinda e Huambo.

A actividade  esteve dividida em dois grupos, técnicos e árbitros e teve como prelector Salomão Lumbo, director técnico e seleccionador nacional da modalidade.

O conjunto de técnicos estudou a pedagogia do desporto, bases de treinos, organização de actividades do treinador, planeamento e organização de uma secção de treino, filosofia do Taekwondo, técnicas de base, doping e assédio no desporto.

Os árbitros por sua vez estiveram a estudar o perfil do árbitro, as regras e regulamentos de arbitragem, sinalética de arbitragem, arbitragem electrónica e o uso do cartão na arbitragem. 

Em gesto de avaliação, Salomão Lumbo, responsável pela formação dos agentes, disse  ao Jornal dos Desportos, que o saldo foi positivo, porque houve uma participação activa.

“O Moxico aderiu positivamente a formação, a maior parte dos árbitros e técnicos disponibilizaram o  tempo e participaram fielmente no evento, isso foi satisfatório para nós”, disse.

Para o dirigente, o objectivo é dar oportunidade aos activantes da modalidade noutros pontos do país, de formas a estarem em pé de igualdade com os técnicos e árbitros de Luanda”.

No final do curso, que teve a duração de uma semana, os participantes foram congratulados com diplomas e certificados da Federação Mundial de Taekwondo  e cinturões negros.