Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mário Fernandes eleito para Comité Executivo

Rosa Panzo - 31 de Março, 2017

Mário Fernandes vai levar a voz da natação nacional às reuniões da CANA

Fotografia: Jornal dos Desportos

Em busca de destaque nas organizações internacionais, a estratégia nacional ganha votos no mosaico desportivo. O presidente da Federação Angolana de Natação, Mário Fernandes, foi eleito recentemente a membro do Comité Executivo da Confederação Africana de Natação (CANA) para o ciclo olímpico 2016-2020, durante o Congresso realizado no Cairo, Egipto. O certame encerrou na última terça-feira.

Em declarações ao Jornal dos Desportos, Joaquim Pestana assegurou que a eleição de Mário Fernandes vem enaltecer o trabalho da Federação Angolana de Natação junto da zona IV. A participação do país nos principais eventos africanos e a competitividade dos atletas, bem como a organização de eventos regionais contribuíram para a eleição do angolano.

Desde Outubro de 2016, Mário Fernandes integra o boureau da Confederação Africana da Natação, após a eleição decorrida em Bloemfontein, África do Sul. Com a eleição do dirigente, Angola vai participar das tomadas de decisões sobre a natação continental.

Recorda-se que Angola esteve muito tempo fora dos órgãos de decisão da CANA. Aquando da sua nomeação a membro do boureau do CANA, Mário Fernandes havia dito à Rádio Cinco: \"Este é o momento alto da natação angolana e o país deve ocupar o seu espaço\".

O presidente da Federação Angolana de Natação destacou que \"as nomeações nas organizações internacionais resultam também do apoio institucional\".

Os dirigentes angolanos estão bem integrados nos órgãos da CANA. Joaquim Pestana assume as funções de vice-presidente do Comité de Masters, Osvaldo Morais é membro do Comité Técnico de Natação e Severino Pereira integra o Comité Médico. Joaquim Pestana e Osvaldo Morais também integram o restrito grupo de juízes oficiais da FINA (swimming officials) para o ciclo válido de 2017-2020.

AFRICANO JÚNIOR
À margem do Congresso, Angola compete no campeonato africano de juniores com Salvador Gordo, Henriques Mascarenhas, Raquel Tremoço e Lia Lima. O certame decorre desde o dia 28 do corrente e encerra hoje. Joaquim Pestana, presidente da Comissão Técnica da Federação Angolana de Natação, afirmou que a expectativa do país é de melhorar a classificação anterior.

\"Temos bons nadadores em representação da Nação que podem superar as nossas expectativas no campeonato africano júnior\", disse.

Joaquim Pestana justifica-se que as várias medalhas conquistadas por Salvador Gordo, no Zonal disputado no Zimbabwe, em Fevereiro último, sustentam as esperanças da Federação Angolana. Recorda-se que, entre muitas medalhas, Gordo obteve a medalha de ouro na prova de 100 metros mariposa e estabeleceu o recorde da competição com o tempo de 1min01s06.

Salta também a vista a medalha de bronze obtida por Henriques Mascarenhas, na prova de 400 metros dos Jogos da SADC.

A equipa feminina nacional está motivada com duas das melhores nadadoras da actualidade. Raquel Tremoço compete nas distâncias 400 metros estilos e 200 metros mariposa, enquanto Lia Lima disputa nas distâncias curtas com destaque para os 50 metros mariposa.