Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mrquez admite excesso de confiana

25 de Outubro, 2016

Marquez reconhece ser mais fcil cometer erros quando

Fotografia: AFP

Excesso de confiança. Marc Márquez reconheceu que o tricampeonato conquistado na etapa anterior, o GP do Japão, influenciou negativamente no domingo dia 23, durante o GP da Austrália, quando o espanhol caiu na décima volta e abandonou a prova.

Na travagem para a curva 4, Márquez perdeu a frente da moto e foi direito para a área de escape do trecho, com a moto da Honda destruída. Foi o primeiro abandono do campeão de 2016 na temporada, apenas a segunda queda em corridas no ano, - a outra aconteceu no GP da França,- mas o piloto regressou à pista e terminou em 13º lugar.

“Quando você atingiu o objectivo, que é ser campeão, tenta ser o mesmo. A verdade é que você pilota de uma maneira diferente, com mais confiança, você acredita que o limite é além", disse. “Tentamos fazer uma grande corrida, mas houve um erro da minha parte. Eu sabia, eu já sentia. Foi por um erro, perdi a frente da moto. Sinto muito pela equipa, eles fizeram um trabalho incrível, neste final de semana. Mas não somos máquinas, às vezes cometemos erros", afirmou.

Questionado se a queda indicava que o 'velho' Márquez regressou, o espanhol respondeu: "Espero que o Marc normal seja mais consistente, como vimos nesta temporada. É mais fácil cometer erros, quando a sua situação já está resolvida. Tentaremos mudar isso nas próximas corridas", destacou.

Márquez relembrou a queda na prova de 2014, na Austrália, que se seguiu à conquista do seu segundo título no Japão. "Já tinha cometido este erro, mas noutra curva, em 2014. Conquistei o título no Japão, cheguei aqui, abri vantagem e caí. Você aprende com os erros, mas a confiança extra que o seu corpo te dá, é mais difícil de controlar", completou.