Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mrquez favorito ao ttulo mundial

09 de Março, 2019

Marquez ter tambm um novo companheiro de equipa, o espanhol Jorge Lorenzo

Fotografia: AFP

Marc Márquez, piloto da Honda, parte como principal favorito à conquista do título Mundial de MotoGP, apesar de este ano ter a concorrência interna do compatriota Jorge Lorenzo, o único que já conseguiu derrotar o actual campeão.
Com cinco campeonatos conquistados em seis anos que leva em MotoGP, Márquez é o mais sério candidato à vitória no Campeonato do Mundo de 2019, que arranca domingo, em Losail, no Qatar, num ano em que entre os 22 pilotos do pelotão, 11 já sabem o que é conquistar um título, somando, entre todos, 30 troféus.
Marquez terá também um novo companheiro de equipa, o espanhol Jorge Lorenzo, que trocou a Ducati pela Honda, substituindo o compatriota Dani Pedrosa, que se retirou no final de 2018. Os dois formam a dupla mais bem sucedida do pelotão, com 12 títulos. O piloto de Palma de Maiorca é mesmo o único, que conseguiu roubar um campeonato a Márquez, desde que este se estreou no pináculo do motociclismo, em 2013. A rivalidade entre ambos esbateu-se, exactamente, no ano da conquista de Lorenzo, em 2015.
Os dois pilotos passaram a pré-temporada a recuperar de lesões - o catalão no ombro esquerdo e o balear no pulso esquerdo -, chegando ao arranque do Mundial à procura da melhor forma, ao contrário do compatriota Maverick Viñales (Yamaha), que liderou cinco dos dez dias de testes realizados na pré-temporada.
O espanhol Alex Rins (Suzuki), Márquez (Honda), o italiano Danilo Petrucci (Ducati), por duas vezes, e o japonês Takaaki Nakagami (Honda) foram os restantes pilotos a concluir jornadas de testes no topo da tabela de tempos.
O contingente espanhol reúne, assim, a maior dose de favoritismo na luta pelo campeonato, apesar de se esperar que a Ducati, que manteve o italiano Andrea Dovisiozo e promoveu Petrucci à equipa de fábrica, possa discutir algumas vitórias.
O italiano Valentino Rossi (Yamaha) cumpre, aos 40 anos, a 20.ª temporada consecutiva na classe rainha, onde soma sete títulos e 89 vitórias, e não desiste de chegar à oitava \'coroa\'. Pelo caminho, tornou-se já o único piloto da história a ter superado a barreira dos seis mil pontos somados.