Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa
Modalidades

Mudanas podem dificultar domnio de Vettel

29 de Dezembro, 2013

Ele foi muito dominante com o carro nos ltimos anos

Fotografia: AFP

Com diversas mudanças confirmadas, entre elas o incremento dos novos motores V6 turbo, Daniel Ricciardo acredita que a nova situação pode diminuir as oportunidades de existir mais um ano dominado pelo companheiro Sebastian Vettel.

“Ele foi muito dominante com o carro nos últimos anos. Sem estas mudanças, ele provavelmente ia continuar a dominar. Com a mudança, pelo menos agora a situação fica um pouco mais equilibrada. Espero que não seja tão dominante com o novo pacote como tem sido”, afirmou Ricciardo em entrevista à “Autosport”.

O piloto australiano da Toro Rosso nas épocas de 2011, 2012 e 2013 foi confirmado na Red Bull em Setembro deste ano, para substituir o compatriota Mark Webber, que deixou a categoria. Com a chegada a uma das maiores equipas da grelha, Ricciardo também considera que as mudanças o vão ajudar no seu primeiro ano na equipa.

“Isso, definitivamente, deixa as coisas mais a meu favor. Nesse sentido, tenho de aprender algumas coisas, mas vamos torcer para que possa fazê-lo rapidamente”, disse o jovem de 24 anos.

Para ter um bom desempenho no seu ano de estreia na RBR e lidar bem com o novo regulamento, Ricciardo ainda espera um bom apoio da equipa e, apesar de pensar num despique de igual para igual com o actual tetracampeão mundial, reconhece que isso não vai acontecer de um dia para o outro.

“Ter a equipa ao meu lado vai acelerar isso, graças ao nível de experiência que acumulam. Espero que possam preparar-me rapidamente e vou fazer tudo o que puder para chegar ao nível da equipa em relação à parte técnica. Mas, naturalmente, isso vai levar algum tempo”, concluiu.


NA POLÓNIA
DESPORTISTA DO ANO
Sebastian Vettel
à frente de CR7


Sebastian Vettel foi considerado o desportista europeu do ano pelas agências de notícias europeias que participaram no inquérito da agência polaca (PAP), no qual o português Cristiano Ronaldo foi o quarto.

Na votação, em que participaram 21 agências europeias, Sebastian Vettel, tetracampeão do mundo de Fórmula 1, somou 166 pontos, tendo ocupado de forma destacada o primeiro posto do pódio, seguido do tenista espanhol Rafael Nadal (127) e do fundista britânico Mo Farah (86).

Cristiano Ronaldo, autor de 69 golos em 2012, falhou a presença no pódio por dois pontos, já que ficou no quarto lugar, com 84, mais dois do que o futebolista francês Franck Ribery (82), com o qual concorre à Bola de Ouro, troféu que distingue o melhor futebolista do ano.

Entre os dez primeiros figuram ainda a eslovena Tina Maze (esqui alpino), o britânico Christopher Froome (ciclismo), o sérvio Novak Djokovic (ténis), o francês Tony Parker (basquetebol) e o norueguês Marit Bjoergen (esqui).